quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Novos membros do Comicin tomam posse

A nova diretoria do Conselho Municipal dos Interesses do Cidadão Negro (Comicin), de Limeira, tomou posse nesta terça-feira, dia 22 de dezembro. O conselho será presidido por Cleuza dos Santos, que substituirá Eliza Gabriel Costa. O mandato durará 3 anos.

Os novos vice-presidentes são Jorge de Freitas e Sérgio Bento. Já os trabalhos serão secretariados por Rosimeire Dias Siqueira da Silva e Adir do Prado, enquanto a tesouraria caberá a Edevaldo José e a Maria Rute dos Reis.

A posse ocorreu no gabinete do prefeito Silvio Félix, que enalteceu a importância do conselho. “Todo tipo de movimento é forte pela atuação das pessoas que estão em sua composição”, disse Silvio. Para o prefeito, uma das ações do movimento negro é buscar o envolvimento de outras etnias no combate a qualquer tipo de preconceito.

A nova presidente, Cleuza dos Santos, ressaltou que irá agir com “responsabilidade, planejamento e democracia”. Ela pediu o apoio a todos os tipos de manifestação que compõem o movimento. Já Eliza Gabriel, que por duas gestões dirigiu o Comicin, agradeceu a confiança depositada na diretoria que encerra o mandato, apontando que houve “várias conquistas”.

Na prefeitura, o movimento negro está ligado à Secretaria Municipal da Cultura, por meio do Departamento Cultural Afro-descendente e de Integração Étnica (Decadie). Porém, o secretário da Cultura, Adalberto Mansur, relatou que atuará em favor de que iniciativas em várias áreas sejam feitas em favor dos negros.

O vereador Silvio Brito e o diretor do Decadie, Galdino Clemente, prestigiaram a posse. “O Comicin é importante na construção da igualdade racial”, disse Galdino. Segundo Silvio Brito, “a Câmara está de portas abertas para a criação de políticas que beneficiem a etnia”.

Veja a seguir os novos integrantes do Comicin.

REPRESENTANTES DA SOCIEDADE CIVIL

Adir do Prado

Alexandra Cristina Mateus

Cleuza dos Santos

Edevaldo José

Jorge de Freitas

José Benedito de Barros

Leandro José Porfírio

Liege André Vicente

Maria Rute dos Reis

Marcelo Adriano Cosme Lemos

Rosimeire Dias Siqueira da Silva

REPRESENTANTES DO PODER PÚBLICO

Nadia Maria Viana
Alice de Fátima Teixeira
Sérgio Bento
Alexander Jesus de Oliveira
Cristina Regina Godoi da Cruz
Professora Valéria

terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Agradecimentos


A Secretaria da Cultura de Limeira gostaria ainda de agradecer e retribuir os votos de Boas Festas de:

Estereosom FM
Fernando Paiva
AT Produções e MKT Cultural
Olhar Imginário
Realiza Promoções e Eventos
Pe. Dr. Alquermes Valvassori
Escola do Trabalho
Ajinomoto
Vereador José Farid Zaine
Vereador Silvio Brito
Hermínia M. C. Baoratti - UNIAP (Unidade de Apoio ao Portadores de Cancêr)
Domingos Furgione Filho - Secretário de Turismo e Eventos
Deputado Estadual Antônio Mentor e Família
Vereador Miguel Lombardi
Sociedade Limeirense de Estudos Espíritas (SLEE)
Maria Helena F. Bichara - Secretária Municipal de Cultura de Santa Gertrudes
Paulo Brasileiro - Gerente Regional da EPTV

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Alunos da Escola Popular estreiam no palco


A última apresentação de final de ano da Escola Popular de Música (EPM), da Prefeitura de Limeira e Secretaria Municipal da Cultura, ocorreu na noite de sexta-feira, dia 18 de dezembro. Estavam no palco os alunos dos professores José Donizete dos Santos, o “Bomba”, e Renata Borgo.

Eles mostraram números de teclado e canto. No repertório, havia músicas de Ari Barroso, John Lennon e canções natalinas, entre outras.

Alguns alunos fizeram sua primeira apresentação, visto que a maioria está iniciando a aprendizagem musical. Parentes dos alunos prestigiaram a apresentação. A participação especial no evento foi do Coral Municipal Afro Thulany, que é regido por “Bomba”.

A EPM foi criada no governo Silvio Félix, com o objetivo de proporcionar aos jovens e adolescentes, principalmente carentes, formação musical. Porém, há pessoas de várias idades nos cursos.

O secretário da Cultura, Adalberto Mansur, representou o prefeito Silvio Félix e a presidente do Fundo Social, Constância Félix. Quando da implantação da EPM, Constância dirigia o Ceprosom, responsável pelo encaminhamento de parte dos alunos. Cursos de violão, percussão, flauta e bateria também constaram da programação de fim de ano, iniciada no dia 11 de dezembro.

Mansur falou da esperança que, em 2010, a escola também faça um espetáculo de meio de ano. “Estamos aprimorando a parte pedagógica, com cursos para os professores e melhor controle dos dados dos alunos. Esse procedimento deve ampliar o rendimento e garantir que os espetáculos também ocorram ao final do primeiro semestre de aulas”, disse Mansur.

As inscrições para a EPM serão em janeiro, quando a secretaria informará da abertura para matrículas. As apresentações contaram com o apoio dos postos Graal Castelo e Topázio.

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Livro juvenil conta histórias de princesas negras


Acontece nesta sexta-feira, 18 de dezembro, o lançamento do livro juvenil “Omo-Obá – História de Princesas”, de Kiusam de Oliveira, que é doutora em educação pela USP (Universidade de São Paulo). O evento será no Palacete Levy, às 19h30, e conta com apoio da Secretaria Municipal da Cultura e do Departamento Afrodescendente e da Integração Étnica (DECADIE).

O livro conta as histórias de seis princesas africanas que se tornaram rainhas. A autora Kiusam de Oliveira explica que a idéia surgiu com o objetivo de criar novos referenciais as crianças negras, que crescem ouvindo contos de fadas europeus com personagens que contradizem a realidade brasileira. “É fundamental que as crianças tenham consciência de que existe um lado encantado na cultura africana”, diz ela.

Oiá tinha o poder de se transformar em animais. Além dela, há outras cinco princesas africanas: Oduduá, Oxum, Olocum, Iemanjá e Ajê Xalungá. A escolha das personagens, que advém de mitos de deusas do Candomblé de Ketu, foi proposital. “Esse é o meu universo. Elas representam mulheres de todos os tempos, apesar de serem nossas ancestrais de 15 a 20 mil anos a.C.”, contou Kiusam.

A autora reforça ainda a função educativa e psicológica do livro para as crianças. Segundo ela, o livro traz conteúdo sério de forma sutil e reconstrói a identidade afro-feminina. “Na história da Princesa Oiá, que se transforma em um búfalo, vemos uma personagem que, de mulher frágil, passa a ser alguém com poderes e potencial”, explica.

Kiusam, que também é pedagoga e mestre em Psicologia, atua na formação de professores para a educação infantil e para o ensino fundamental em Diadema, pela Secretaria da Educação de São Paulo. É também ativista do Movimento Negro Unificado (MNU). Em seu primeiro livro infanto-juvenil, Kiusam tem expectativas de lançar mais histórias para o próximo ano. “Aguardem!”, afirma a autora.

A entrada para o evento no Palacete é franca.

Alunos de teatro da Escola Municipal se apresentam

Acontece neste domingo, dia 20 de dezembro, a apresentação de fim de ano dos alunos de teatro da Escola Municipal de Cultura e Artes Maestro “Mário Tintori” (EMCEA). O evento começará às 19h30 no Teatro Vitória, sob as orientações do professor Júlio Borgo.

A exibição dos alunos conta com o apoio e estrutura técnica de uma sala de espetáculos e reserva para a platéia momentos de beleza e emoção. A EMCEA é ligada à Secretaria Municipal da Cultura.

Cinco montagens teatrais com a participação de cerca de 50 pessoas compõe o espetáculo. Entre os temas das esquetes, estão comédias como “O Juiz de Paz na Roça”, baseada no texto de Martins Pena, e também a comédia dramática “A mendiga”, de Newton Almeida.

Além das montagens, será apresentado o espetáculo “A Terceira Curva”. A peça será o primeiro trabalho do Grupo 3º Sinal, formado inteiramente por mulheres com idade entre 55 e 78 anos, sob a coordenação do professor Juraci Soares, que também é diretor da Secretaria da Cultura de Limeira. Composto por pequenas esquetes, o espetáculo é inspirado em cenas reais da vida das atrizes, fazendo uma homenagem à sensibilidade e a força da mulher.

Todos os alunos estão em seu primeiro ano de teatro. A classificação indicativa é livre para todas as idades e os ingressos custarão R$ 3,00 (preço único).

“Henrique Marques” faz especial de Natal na praça do Buzolin

A Corporação Musical “Henrique Marques” realiza neste sábado, dia 19 de dezembro, uma apresentação especial. O repertório conterá músicas de Natal, entre outras.

Além do repertório especial, o local também é novo. A banda estará na praça João Pompeu, conhecida como praça do Buzolin. O início será às 20h e a iniciativa consta do projeto de descentralização da Secretaria Municipal da Cultura, que tem levado espetáculos a vários pontos de Limeira, além do Centro. A entrada é franca.

O regente será Fernando Barreto. Segundo ele, o repertório foi ensaiado ao longo das últimas semanas. As músicas típicas de Natal estão presentes.

Nos últimos meses, a banda também coletou a opinião do público sobre as composições mais lembradas pelo público. Parte dessa coleta ocorreu nas retretas que a “Henrique Marques” realiza na praça Toledo Barros, dentro do projeto de bandas desenvolvido pela Secretaria da Cultura.

O repertório seria mostrado durante o evento Natal no Edifício Prada, no último dia 12. Porém, a chuva caiu no início da apresentação, e poucas músicas foram executadas. “Queremos levar esse repertório ao público que nos prestigiou ao longo do ano”, disse Barreto.

No próximo ano, a programação da “Henrique Marques” será especial. A banda completará 150 anos de existência.

Festival de Circo em 2010 ampliará apresentações


Representantes das secretarias municipal e estadual da Cultura se reuniram em Limeira neste dia 18 de dezembro para discutir a realização do Festival Paulista de Circo. O evento ocorrerá pelo terceiro ano consecutivo em Limeira. Como das vezes anteriores, haverá novidades.

O festival será entre 7 e 11 de abril de 2010. Na realização, a Secretaria de Estado da Cultura conta com a Associação Paulista de Amigos da Arte (APAA) e a Cooperativa Paulista de Circo. A prefeitura entra como parceira. O local usado nos dois anos anteriores foi mantido, uma área de 30 mil m2 localizada no Anel Viário, próximo da Hípica.

“Vamos ampliar o número de atrações, principalmente na noite de sexta-feira e ao longo do sábado e do domingo, quando temos mais público”, disse André Sturm, coordenador da Unidade de Fomento e Difusão de Produção da Secretaria de Estado da Cultura.

As medidas buscam oferecer mais opções à platéia, que, nos cinco dias da primeira edição em 2008, atingiu 18 mil pessoas. Nesse ano, foram 34 mil. Nos quesitos técnicos, a organização manteve as características do evento – não há competição entre os grupos, acontecerão oficinas de circo e está proibida a presença de animais nos números.

Sturm e o secretário da Cultura de Limeira, Adalberto Mansur, visitaram a área. “Vamos rever a questão do estacionamento. Garantiremos a atuação das entidades de Limeira que queiram montar barracas de alimentação. Também reavaliaremos ações de divulgação, que devem ser ampliadas”, disse Mansur, que estava acompanhado do diretor da secretaria, Carlos Jerônimo.

Segundo Mansur, o prefeito Silvio Félix determinou o apoio à realização, como das vezes anteriores. Outra novidade é que Limeira realizará em fevereiro uma mostra municipal, já preparando o clima da cidade para o festival.

As assessoras da Secretaria de Estado da Cultura, Joana Gianella e Lívia Paes, informaram que os grupos interessados em participar do festival devem estar atentos. O processo de seleção de espetáculos, a ser feito por técnicos em São Paulo, ocorrerá já em janeiro.

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Luna Parke é sucesso em Limeira

Aconteceu na última terça-feira, 15 de Dezembro, a apresentação do grupo LaMínima, no Centro Esportivo do SESI, Avenida Major José Levy Sobrinho. O espetáculo "Luna Parke", com origem no teatro de rua, arrancou gargalhadas de crianças e adultos.

Os alunos do SESI, além do público presente, também acompanharam o teatro, que teve vários números de humor e durou cerca de 50 minutos. Os atores fizeram atrações com binquedos, fogo, encenações de farsas e vendedores de milagres, entre outros. Um dos momentos de maior descontração entre os presentes foi a aparição da "Monga, a mulher do Gorila", interpretada por um dos atores.
A iniciativa foi uma prévia da Mostra Municipal de Circo, prevista para 2010, e contou com o apoio da Prefeitura de Limeira, da Secretaria Municipal da Cultura, da Oficina Cultural Carlos Gomes, do Sicomércio e da Secretaria de Estado da Cultura. Confira mais fotos da apresentação!






quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Sinfônica faz concerto de encerramento da temporada


Para comemorar o encerramento da temporada a Orquestra Sinfônica de Limeira realizará nesta quinta-feira, 17 de dezembro, um Concerto de Natal. O evento terá início às 20h30 no Teatro Vitória e contará com a participação do Coro da Osli.

Serão executadas músicas que celebram o Natal, a festa mais comemorada do Planeta, como “Jingle Bells Rock” e “A Christmas Festival”. Além do Coro da Osli, a orquestra contará também com a participação especial de dois grandes musicistas que interpretam a Sinfônica Concertante em D maior para viola e Contrabaixo de Dittersdorf, Jonas Goes e Anselmo Melosi.

Jonas Goes, de Rio Claro, é graduado em Educação Musical pela UNASP (Centro Universitário Adventista de São Paulo), e já participou de Orquestras como a Sinfônica de Rio Claro, de São José dos Campos, de Piracicaba, Sorocaba, e a Orquestra de Câmera da UNESP. Atualmente, ministra aulas no CCL de Americana, na Escola Livre de Música de Limeira (ELM) e na Escola de Música de Indaiatuba.

Já Anselmo Melosi, também natural de Rio Claro, iniciou seus estudos de contrabaixo aos 14 anos na Escola de Música de Rio Claro, e participou da Orquestra Sinfônica da USP e de Sinfônicas de grandes cidades, como Campinas, Manaus, Sorocaba, Piracicaba, entre outras. Atualmente é professor de contrabaixo do Conservatório de Tatuí/SP.

A programação prevê 15 músicas para a apresentação, com a participação de cerca de 55 pessoas da Sociedade Pró-Sinfônica, sob a regência do Maestro Rodrigo Müller. Os ingressos custarão R$10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia).

Gente com cultura no sangue

Eis o coral da Secretaria da Educação que se apresentou com a Orquestra Sinfônica Jovem no Parque Cidade, no último dia 10 de dezembro.
Na parte do alto da imagem, a Cecília Schulz, regente do coral, e a Fernanda Moreira, da produção da Sinfônica. São pessoas que trabalham em prol da cultura, e, mais do que isso, gostam do que fazem.
Por sinal, a apresentação foi muito boa. Gente que caminhava e até bikers pararam para ouvir o repertório natalino. Estão de parabéns a Orquestra Sinfônica, através do maestro Rodrigo Müller, e o coral.
E aqui vão os agradecimentos ao Secretário da Educação, Antônio Montesano Neto, que incentiva essa garotada a cantar!
Em tempo - dia 16/12, o coral se apresenta na Praça Toledo Barros, no "Luzes da Cidade", às 19h30. Já a Sinfônica faz o último concerto neste dia 17/12, às 20h, no Teatro Vitória.

Boas Festas!

A Secretaria da Cultura de Limeira gostaria de, em nome de todos os funcionários e do secretário da Cultura Adalberto Mansur, retribuir à todos os votos de boas festas e agradacer aos que colaboraram para o crescimento da cultura limeirense em 2009! Que 2010 seja um ano repleto de realizações, vitórias e sucesso! Um Feliz Natal e um Próspero Ano Novo são os nossos desejos à todos!


Agradecemos e retribuímos os votos especialmente à:

Foz do Brazil - Sandro Mário Stroeik - Diretor de Operações
Unimed Limeira
Vereadora Elza Tank
Aldeia Movimento Pró-Cultura
Nosso Lar
Antônio Custódio de Oliveira - Secretário Municipal de Habitação
Júlio César Florindo - Secretário Municipal de Esportes
Iraciara Bassetto - Câmara Municipal de Limeira
Otoniel Lima - Deputado Estadual
Vereador Almir Pedro Santos
Família Alicc
Museu da Jóia Limeira
J. Marco A. Pareja - Ong Preservação
Júlio César Florindo - Secretário Municipal do Esporte
Constância Félix - Presidente do Fundo Social de Solidariedade de Limeira
Stand Plus
Clínica Êxito
Câmara Municipal de Limeira - Vereador Presidente Eliseu Daniel
Assossiação Limeirense de Jóias - ALJ
Ronald Gonçalves - Assessoria Parlamentar
Prof. Rogério Mesquita - Biólogo

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Coral Afro Thulany ganha Moção de Congratulação

O Coral Afro Thulany recebeu, no dia 23 de novembro, uma Moção de Congratulação da Câmara Municipal de Nova Odessa. De autoria do vereador Gervásio de Brito, a moção é dirigida também à Coordenadoria de Cultura e Turismo; à Banda Sinfônica Municipal Professor Gunars Tiss, de Nova Odessa; ao CMPDCN (Conselho Municipal de Participação e Desenvolvimento da Comunidade Negra) e à USMANO (União Social do Movimento Afro-Descendente de Nova Odessa).

A moção foi elaborada em razão do Concerto Especial em comemoração ao Dia da Música e da Consciência Negra. O Coral Afro Thulany realizou participação especial na segunda parte do concerto, no qual foram executadas músicas como “Coco Ta-ra-ta-tá”, de Geraldo Medeiros, em parceria com a Banda Sinfônica.


O Coral Afro Thulany tem seis anos de existência, sob a coordenação do professor José Donizete dos Santos (mais conhecido como “Bomba”), e trabalha com repertório afro-gospel, MPB, dança e ritmos africanos. Participou do Mapa Cultural Paulista - fase regional versão 2005-2006 - e do Encontro de Corais nas cidades de Lins, Cosmópolis, Itirapina e Americana. Este ano, o coral foi aplaudido no Festival Internacional de Corais (FIC), e na Feira Tom Jobim, em Belo Horizonte.


Na próxima sexta, dia 18, o Coral Afro Thulany fará participação especial no “EPM em Concerto II”, apresentação de fim de ano dos alunos dos cursos da Escola Popular de Música. Na ocasião estarão no palco do Teatro Vitória alunos de teclado e canto. O evento começa as 19h30, com classificação indicativa livre. Os ingressos custarão R$3,00 (preço único).

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Livro sobre cultura africana será lançado em Limeira

Acontece nesta sexta-feira, 18 de dezembro, o lançamento do livro juvenil “Omo-Obá – História de Princesas”, de Kiusam de Oliveira, que é doutora em educação pela USP (Universidade de São Paulo). O evento será no Palacete Levy, às 19h30h, e conta com apoio da Secretaria Municipal da Cultura e do Departamento Afrodescendente e da Integração Étnica (DECADIE).

O livro conta, através da cultura africana, histórias de princesas que se tornaram rainhas. A princesa Oiá tinha o poder de se transformar em animais. Além dela, há outras cinco princesas africanas: Oduduá, Oxum, Olocum, Iemanjá e Ajê Xalungá. No dia, também haverá uma apresentação acústica de música ao estilo MPB com a cantora Simone Carvalho.

Estarão presentes autoridades. Já a professora Maria Isabel da Silva, da Secretaria de Politicas Sociais da Fetec, falará sobre o tema “Estatuto da Igualdalde Racial”. Completará a mesa o professor José Benedito de Barros, que apresentará uma síntese da tradição Iorubá, presente no conteúdo do livro. A entrada é franca.

De Bach a Cartola na apresentação da EPM

A primeira das duas apresentações de fim de ano dos alunos da EPM (Escola Popular de Música) ocorreu na noite de sexta-feira, dia 11, no Teatro Vitória.
Cerca de 200 pessoas acompanharam os alunos dos cursos de violão, percussão, bateria e flautas doce e transversal. O repertório incluiu de música clássica, com Johan Sebastiann Bach, a popular, como o compositor carioca Cartola.

Foi numa música de Cartola, “As rosas não falam”, que os professores José Donizete dos Santos, o “Bomba”, Marcos Lima e Kátia Santarosa subiram ao palco juntos. Ao lado deles, estavam os alunos de percussão, orientados por Lima, encerrando um espetáculo que motivou os músicos em formação – alguns pisavam pela primeira vez em um palco. “Estou ansiosa, mas vamos fazer um belo show”, disse Lorena, que toca flauta transversal.

Cerca de oitenta alunos de várias faixas etárias participaram do espetáculo. Peças relativas ao Natal também foram executadas, ao lado de composições de duplas do momento, como Victor e Léo. Os estudantes estão no primeiro, segundo e terceiro ano de aulas. Raquel Barbosa, mãe da aluna de violão Rafaela Barbosa, de 11 anos, ficou orgulhosa. "É o segundo ano de aulas de violão dela na EPM e estou muito satisfeita. A apresentação está ótima", declarou Raquel.

O secretário da Cultura, Adalberto Mansur, destacou o trabalho das escolas de formação na área. Além da EPM, criada na atual gestão, a prefeitura mantém a Escola Livre de Música e a Municipal de Cultura e Artes (Emcea). “Os professores são dedicados e, via de regra, gostam do que fazem. Estamos aprimorando a parte pedagógica e a estrutura administrativa, para que os resultados sejam ampliados”, afirmou.

Mansur leu uma mensagem do prefeito Silvio Félix e da presidente do Fundo Social Municipal, Constância Félix. Silvio estava em viagem para receber um prêmio ganho pela prefeitura. Criador da EPM, Silvio destacou a função social do trabalho, cuja implantação contou com o apoio de Constância. Parte das vagas é destinada a alunos carentes.

No próximo dia 18, às 19h30, ocorrerá a segunda e última apresentação da EPM. Sob a coordenação dos professores “Bomba” e Renata Borgo, mostrarão seu aprendizado os alunos de teclado e canto. A participação especial será do Coral Municipal Afro Thulany, também da Secretaria da Cultura. O local é o Teatro Vitória.

A classificação indicativa é livre e os ingressos custarão R$3,00 (preço único).

Alunos de Flauta Transversal - Profa. Kátia Cristina Santarosa

Alunos de Violão - Prof. José Donizete (Bomba)



Alunos de Flauta Doce - Prof. José Donizete (Bomba)


sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

A noiva do defunto

Grupo Andaime de Teatro

Acontecerá neste sábado, dia 12, às 11h, o espetáculo "A noiva do defunto". A comédia será apresentada na Praça Toledo Barros pelo Grupo Andaime, da ÙNIMEP (Universidade Metodista de Piracicaba). O evento é uma preparação para a Mostra Municipal de Circo, que ocorrerá em 2010, e também em comemoração do Dia Mundial do Palhaço, celebrado em 10 de dezembro. O SESC apóia a apresentação.

Adaptação de um texto português de domínio público, da década de 50, a "A noiva do defunto" conta a história de um homem que é confundido com seu falecido primo, que iria se casar com uma jovem encalhada.

O Grupo Andaime de Teatro, da Universidade Metodista de Piracicaba, foi fundado em março de 1986 e desde então vem se consolidando como importante produtor cultural do interior paulista. Já realizou mais de 280 apresentações em quase uma centena de cidades brasileiras, atingindo um público superior a 80 mil espectadores. A entrada é franca. Não perca!

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

Alunos da Escola Popular de Música fazem espetáculo

Acontecerá nesta sexta-feira, 11 de dezembro, a primeira das duas apresentações de fim de ano dos alunos dos cursos de violão, percussão, bateria, flauta doce e transversal da EPM (Escola Popular de Música). O evento será no Teatro Vitória, a partir das 19h30.

As apresentações seguem a orientação dos professores José Donizete (Bomba), Marcos Lima e Kátia Santarosa. Cerca de oitenta pessoas participarão do espetáculo. Serão oito alunos tocando flauta transversal, 16 na flauta doce, 50 alunos de violão e quatro alunos na percussão. Entre as turmas, existem estudantes que estão no primeiro, segundo e terceiro ano de aulas. Músicas nacionais populares estão no repertório.

Na próxima semana, dia 18, ocorrerá a última apresentação da EPM, organizada pelos professores José Donizete (Bomba) e Renata Borgo. Mostrarão seu aprendizado os alunos de teclado e canto, além da participação especial do Coral Municipal Afro Thulany.

A classificação indicativa é livre para todas as idades e os ingressos custarão R$3,00 (preço único). A EPM foi criada no governo Silvio Félix, com o objetivo de proporcionar aos jovens e adolescentes, principalmente carentes, formação musical. Porém, há pessoas de várias idades nos cursos da escola, que está ligada à Secretaria Municipal da Cultura.

Espetáculos fazem prévia da Mostra Municipal de Circo


Limeira se destacou no cenário cultural nacional pela realização, durante 2 anos, do Festival Paulista de Circo. A cidade volta a sediar o festival em 2010, numa iniciativa do Governo do Estado e da Secretaria Estadual da Cultura. A realização conta com o apoio da Prefeitura de Limeira.

A movimentação nesse segmento da produção cultural agitou os grupos de Limeira. Por isso, a Secretaria Municipal da Cultura realizará no ano que vem a Mostra Municipal de Circo, que antecederá o festival paulista. E a largada para a mostra municipal será em dezembro, com a apresentação de dois espetáculos convidados em pontos diferentes de Limeira.

Os espetáculos são de alto nível e com entrada franca, ocorrendo próximo ao Dia Mundial do Palhaço, festejado em 10 de dezembro.O secretário da Cultura de Limeira, Adalberto Mansur, destaca que, em parceria com os organismos estaduais e entidades, as várias formas de circo estarão presentes nessa prévia. A classificação indicativa é livre para todas as idades.

A programação começa no dia 12, sábado, às 13h30, na Praça Toledo Barros. O grupo Andaime, com 23 anos de estrada, apresentará a peça “A noiva do defunto”, adaptação de um texto português de domínio público da década de 1950. O espetáculo conta a história de um homem que é confundido com seu falecido primo, que iria se casar com uma jovem encalhada. O texto foi cedido pela família do Circo do Piranha, que ficou conhecido por suas apresentações pelo interior paulista e de outros Estados.

O Grupo Andaime de Teatro da Universidade Metodista de Piracicaba (UNIMEP), desde março de 1986, vem se consolidando como importante produtor cultural do interior paulista. Já realizou mais de 280 apresentações em quase uma centena de cidades brasileiras, atingindo 80 mil espectadores.

LAMÍNIMA

No dia 15 de dezembro, no Centro Esportivo do Sesi, Avenida Major José Levy Sobrinho, o grupo LaMínima traz o espetáculo “Luna Parke” o teatro de rua, origem do trabalho da dupla. Apoiados na figura do palhaço, os atores recriam o ambiente de um “parque de atrações” com brinquedos, atrações bizarras, vendedores de milagres, encenações de farsas, entre outros.

O LaMínima é o responsável por um dos espetáculos mais comentados de São Paulo, “A Noite dos Palhaços Mudos”. A montagem valeu à dupla de atores Domingos Montagner e Fernando Sampaio o Prêmio Shell de Teatro 2008 e a indicação ao prêmio Bravo de melhor espetáculo de teatro, duas das principais premiações na área da cultura nacional.

O espetáculo no SESI começa às 15h. “O SESI prontamente nos atendeu, entendendo a importância de outra inovação da secretaria, que é a descentralização dos espetáculos culturais”, afirmou Mansur. “Luna Parke” é apoiado pelo Governo do Estado de São Paulo, Secretaria de Estado da Cultura - Programa de Ação Cultural de 2009, com realização do Grupo LaMínima.
Nas iniciativas, a Prefeitura de Limeira e a Secretaria Municipal da Cultura terão o apoio da Secretaria de Estado da Cultura, SESC-SP, SESI Limeira, Sindicato do Comércio Varejista de Limeira (Sicomércio) e Oficina Cultural Regional Carlos Gomes.

Serviço
Comemoração do Dia do Palhaço e prévia da Mostra Municipal de Circo
. Dia 12/12, sábado, às 11h, na Praça Toledo Barros - “A Noiva do Defunto”,
adaptação de um texto português de humor da década de 1950 e que foi apresentada pelo Circo do Piranha. Com o Grupo Andaime de Teatro, da Universidade Metodista de Piracicaba (UNIMEP). Entrada franca.

. Dia 15/12, terça-feira, às 15h, no Centro Esportivo do SESI (Avenida Major José Levy Sobrinho) – “Luna Parke”. Teatro de rua apoiado na figura do palhaço. Com o Grupo LaMínima, de São Paulo. Entrada franca.
(Fotos - Créditos: www.laminima.com.br)

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Dança da Escola Municipal de Cultura lota teatro


As apresentações de fim de ano das mais de 100 alunas de dança da Escola Municipal de Cultura e Artes Maestro "Mário Tintori" (EMCEA) tiveram início na noite deste dia 8 de dezembro. O Teatro Vitória recebeu mais de 500 pessoas, entre pais, familiares e amigos das alunas, bem como apreciadores da cultura.

O secretário da Cultura, Adalberto Mansur, destacou o trabalho dos professores e funcionários da EMCEA, bem como das mães e pais das dançarinas. “Há um cuidado muito grande com todos os detalhes, desde a confecção dos figurinos até a coreografia”, afirmou Mansur, que representou o prefeito Silvio Félix na abertura.

“Há uma ansiedade natural para que tudo dê certo, mas todo esse desgaste é esquecido quando o espetáculo começa”, relatou o diretor da EMCEA, Juraci Soares Requena. As alunas de dança são bastante jovens, embora existam pessoas na EMCEA com 40 anos de idade. “A cultura ajuda na formação de um cidadão melhor para vida em família e na sociedade”, falou Mansur.


O secretário apontou ainda as constantes reuniões da direção da EMCEA com os pais das alunas e com os professores, ao longo do ano de 2009, como outra importante iniciativa para que o resultado seja positivo tanto nas aulas como na apresentação de fim de ano. Esse planejamento ajudou a superar as dificuldades de 2009, já que a escola teve que se mudar em razão do restauro do prédio do Centro Cultural. “Sem a união dos funcionários e professores da secretaria com os pais, o resultado não seria positivo. O prédio restaurado ampliará esse avanço”, declarou Mansur.

Os espetáculos de jazz e balé foram organizados pelos professores Alex Contin, Jonatas Noguel e Aline Savazzi, e têm apoio cultural do Studio Yamashita e Graal Topázio. O espetáculo desta terça-feira foi coreografado por Contin e foi denominado "Verônica Decide Morrer". As apresentações se basearam no livro homônimo de Paulo Coelho.


Os ingressos custam R$ 3,00 (preço único) por noite, e a classificação indicativa é livre para todas as idades. Nesta quarta, 9 de dezembro, às 19h30, será a ver de “A Bela e a Fera”, pelo grupo do professor Jonatas Noguel, e na quinta-feira, dia 10, será a vez de “Cantos e Encantos do Brasil”, sob a orientação da professora Aline Savazzi. Confira mais fotos da apresentação. (Créditos: Studio Yamashita)

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Alunas de dança da Escola Municipal se apresentarão Teatro

Iniciam-se na próxima terça-feira, dia 08 de Dezembro, às 19:30h, as apresentações de fim de ano das alunas de jazz e balé, da Escola Municipal de Cultura e Artes Maestro "Mário Tintori" (EMCEA). Serão três peças até quinta-feira, dia 10, no Teatro Vitória. Participarão dos eventos cerca de 100 alunas. Os espetáculos serão organizados pelos professores Alex Contin, Jonatas Noguel e Aline Savazzi, e têm apoio cultural do Studio Yamashita e Graal Topázio.

"Verônica Decide Morrer" será a primeira apresentação, que terá 27 músicas e será ministrada pelo professor Alex Contin e suas alunas. Durante cerca de uma hora e meia, serão executadas coreografias de jazz lírico, tradicional e musical; além de adaptações com tango, flamenco, funk e dança indiana.

O espetáculo é baseado no livro de Paulo Coelho, e contará a história de uma empresária da moda que, cansada da futilidade do mundo, toma decisões radicais em sua vida. Suas aventuras com o namorado, interpretado pelo professor Alex, serão contadas através da dança e seus diversos ritmos.

Cada turma dançará 3 músicas, em um repertório que inclui Madona, Emily Simon, Celine Dion, Britney Spears, Beyonce, Christina Aguilera e Ana Carolina, entre outras. Neste espetáculo, serão quatro turmas de balé, com alunas de sete à onze anos, e 22 turmas de jazz, com alunas de dez à 40 anos. Todas as participantes estão no primeiro ano de dança, enquanto as apresentações de quarta e quinta trarão alunas que frequentam as aulas há mais tempo.

Os ingressos custarão R$ 3,00 (preço único) por noite, e a classificação indicativa é livre para todas as idades. Confira a programação completa:

"VERÔNICA DECIDE MORRER"
Terça, 08 de Dezembro, às 19:30h - Teatro Vitória
Orientações do Prof. Alex Contin

"A BELA E A FERA"
Quarta, 09 de Dezembro, às 19:30h - Teatro Vitória
Orientações do Prof. Jonatas Noguel

"CANTOS E ENCANTOS DO BRASIL"
Quinta, 10 de Dezembro, às 19:30h - Teatro Vitória
Orientações da Prof. Aline Savazzi

Prefeitura de Limeira realiza “Natal no Parque”

A Prefeitura de Limeira, por meio das secretarias municipais, está lançando este ano o evento “Natal no Parque”. O evento terá várias atrações, a começar nesta quinta-feira, dia 10, às 18h30, no Parque Cidade (ao lado do Ceprosom); e contará com participação da Orquestra Jovem da Sociedade Pró-Sinfônica e do Coral de Crianças da CEMEP (Centro Municipal de Educação Pedagógica), que interpretarão músicas natalinas.
A iniciativa tem como objetivo mostrar o trabalho realizado pela Escola Livre de Música (ELM), que prepara músicos iniciantes para a Sinfônica através da Orquestra Jovem, composta por cerca de 55 pessoas, sob a regência do maestro Rodrigo Müller. A ELM está vinculada à Secretaria Municipal da Cultura.
Ao lado da orquestra, estará o grupo do Projeto Coral, coordenado pelo CEMEP através da Secretaria da Educação, por meio da regente Cecília Schulz. São 80 crianças de nove a 10 anos de idade que estarão participando, provenientes das terceiras e quartas séries do Ensino Fundamental das escolas municipais Major Levy e Maria Teresa de Barros Camargo.
Além disso, o evento também integrará as comemorações natalinas de Limeira para o mês de Dezembro, ampliando as opções de lazer dos cidadãos. Estão previstas para apresentação a execução das músicas “Pinheirinhos”, “Noite Feliz”, “Jingle Bells” e “Adeste Fidelis'.
“Nesse evento, vamos unir a beleza do Parque Cidade com a produção cultural realizada em várias áreas da prefeitura e mesmo do município”, explicou o secretário da Cultura, Adalberto Mansur.
A entrada é franca e a Secretaria Municipal de Turismo e Eventos apóia a iniciativa, que inclui ainda outras atrações culturais.

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Academias de dança iniciam hoje apresentações no Teatro

Iniciam-se hoje, no Teatro Vitória, as apresentações das Academias de dança de Limeira. Este mês, serão 10 espetáculos realizados por cinco academias diferentes, até o dia 16 de Dezembro. O intuito é mostrar ao público os trabalhos do ano. Os temas são variados, e vão desde uma história de amor contada através do balé até as festas de uma noite mágica de natal.

Para abrir a série, será realizado hoje e amanhã (02/12), às 20h, o espetáculo “Palco dos Sonhos”, da Academia Hard Dance Center. A peça é um misto de balé, jazz, sapateado, dança de rua, flamenco, dança irlandesa e hip hop. Os ingressos custarão R$ 20,00.

Em seqüência, participarão o Studio Corpo e Arte Ballet, o Studio de Dança Daniela Alonso, o Complexo Royale e a Academia Só Dança. Os ingressos custam de vinte a cinco reais. Confira o cronograma das apresentações:

Dança: “PALCO DOS SONHOS – Hard Dance Center”
Terça-feira, 01, às 20h – Teatro Vitória
Quarta-feira, 02, às 20h – Teatro Vitória
Academia Hard Dance Center
Classificação indicativa: livre.
Ingressos: R$ 20,00 (inteira), R$ 10,00 (meia e antecipado).

Dança: “LA BAYADÈRE”
Quinta-feira, 03, às 20h - Teatro Vitória
Sexta-feira, 04, às 20h - Teatro Vitória
Studio Corpo e Arte Ballet

Sob direção artística de Soraia Cintra, a Corpo e Arte orgulha-se por manter o compromisso social de popularizar a dança e presenteia Limeira com o balé de repertório "La Bayadère”, que narra a história de amor entre Nikya e Solor.
Classificação Indicativa: livre.
Ingressos: R$ 16,00 (inteira) e R$ 8,00 (antecipado e estudante)

Dança: “UMA NOITE MÁGICA”
Sábado, 05, às 20h – Teatro Vitória
Domingo, 06 às 20h – Teatro Vitória
Studio de Dança Daniela Alonso

Lá,onde a neve cai, sinos festejam a noite de Natal. Os pinheiros brancos de neve são como torres de uma catedral. Lá,onde a neve cai por sobre a lua tropical, o Natal é sempre oração. Oração de paz universal.
Classificação indicativa: Livre
Ingressos: R$30,00 (inteira) R$ 15,00 (meia entrada).

Dança: “O DONO DO JARDIM”
Sábado,12, às 20h – Teatro Vitória
Domingo,13, às 20h – Teatro Vitória
Complexo Royale

Um espetáculo produzido para agradar o público de todas as idades, com coreografias e encenações que contam uma bela história de transformação, que se passa em um jardim de propriedade de um Lord. A inspiração para essa produção vem de uma mistura dos tradicionais espetáculos europeus com a modernidade da Broadway. Seu elenco é composto por estudantes de dança e teatro.
Classificação indicativa: Livre para todas as idades
Ingressos: R$ 20,00 (inteira) R$ 10,00 (meia)

Dança: “ACADEMIA SÓ DANÇA”
Terça-feira, 15, às 20h – Teatro Vitória
Quarta-feira, 16, às 20h – Teatro Vitória
Academia Só Dança
Alma Brasileira é um espetáculo, no qual são dançadas diversas músicas, retratando a alma de cada intérprete. Grandes cantores brasileiros.
Classificação indicativa: Livre para todas as idades
Ingressos: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia)

Programação de Dezembro

Confira, na íntegra, a Programação Cultural de Limeira para Dezembro!

Música: “CORPORAÇÃO MUSICAL HENRIQUE MARQUES”
Domingo, dias 06 e 20 - Praça Toledo Barros - 10h30

Retretas sob a regência do Maestro Fernando Costa Barreto. Entrada franca.

Música: “CORPORAÇÃO MUSICAL ARTHUR GIAMBELLI”
Domingo, dias 13 e 27 - Praça Toledo Barros - 10h30.
Retretas sob a regência de Leandro Pereira. Entrada franca

Dança: “PALCO DOS SONHOS – Hard Dance Center”
Terça-feira, 01, às 20h – Teatro Vitória
Quarta-feira, 02, às 20h – Teatro Vitória
Academia Hard Dance Center
A Hard Dance Center traz para o palco do Teatro Vitória a história de uma garota que pensa estar sonhando. O sonho se confunde com a realidade... Afinal, é sonho ou realidade? Ela dança balé, jazz, sapateado, dança de rua, flamenco, musicais da Broadway, dança irlandesa e hip hop, tudo num grande sonho... ou realidade!
Classificação indicativa: livre.
Ingressos: R$ 20,00 (inteira), R$ 10,00 (meia e antecipado).

Dança: “LA BAYADÈRE”
Quinta-feira, 03, às 20h - Teatro Vitória
Sexta-feira, 04, às 20h - Teatro Vitória
Studio Corpo e Arte Ballet

Sob direção artística de Soraia Cintra, a Corpo e Arte orgulha-se por manter o compromisso social de popularizar a dança e presenteia Limeira com o balé de repertório "La Bayadère”, que narra a história de amor entre Nikya e Solor.
Classificação Indicativa: livre.
Ingressos: R$ 16,00 (inteira) e R$ 8,00 (antecipado e estudante)

Dança: “UMA NOITE MÁGICA”
Sábado, 05, às 20h – Teatro Vitória
Domingo, 06 às 20h – Teatro Vitória
Studio de Dança Daniela Alonso
Lá,onde a neve cai, sinos festejam a noite de Natal. Os pinheiros brancos de neve são como torres de uma catedral. Lá,onde a neve cai por sobre a lua tropical, o Natal é sempre oração. Oração de paz universal.
Classificação indicativa: Livre
Ingressos: R$30,00 (inteira) R$ 15,00 (meia entrada).

Dança: “VERÔNICA DECIDE MORRER”
Terça-feira, 08 – Teatro Vitória – às 19h30
EMCEA – Escola Municipal de Cultura e Artes Maestro “Mário Tintori”

Apresentação de fim de ano dos alunos dos cursos de jazz e balé. A exibição pública dos alunos conta com o apoio e estrutura técnica de uma sala de espetáculos e reserva para a platéia momentos de beleza e emoção. As orientações são do Prof. Alex Contin. Apoio cultural Studio Yamashita e Graal Topázio.
Classificação indicativa: Livre para todas as idades
Ingressos: R$ 3,00 (preço único)

Dança: “A BELA E A FERA”
Quarta-feira, 09 – Teatro Vitória – às 19h30.
EMCEA – Escola Municipal de Cultura e Artes Maestro “Mário Tintori”

Apresentação de fim de ano dos alunos dos cursos de jazz e balé. A exibição pública dos alunos conta com o apoio e estrutura técnica de uma sala de espetáculos e reserva para a platéia momentos de beleza e emoção. As orientações são do Prof. Jonatas Noguel. Apoio cultural Studio Yamashita e Graal Topázio.
Classificação indicativa: Livre para todas as idades
Ingressos: R$ 3,00 (preço único)

Dança: “CANTOS E ENCANTOS DO BRASIL”
Quinta-feira, 10 – Teatro Vitória – às 19h30.
EMCEA – Escola Municipal de Cultura e Artes Maestro “Mário Tintori”

Apresentação de fim de ano dos alunos dos cursos de jazz e ballet. A exibição pública dos alunos conta com o apoio e estrutura técnica de uma sala de espetáculos e reserva para a platéia momentos de beleza e emoção. As orientações são da Profª. Aline Savazzi. Apoio cultural Studio Yamashita e Graal Topázio.
Classificação indicativa: Livre para todas as idades
Ingressos: R$ 3,00 (preço único)

Música e Canto: “Natal no Parque”
Quinta-feira, 10 – Parque Cidade (ao lado do Ceprosom) – às 18h30
Orquestra Sinfônica Jovem e Coral do CEMEP

A Orquestra Jovem, da Prefeitura de Limeira, Secretaria Municipal da Cultura, Orquestra Sinfônica de Limeira e Escola Livre de Música, e o coral de crianças do Centro Municipal de Educação Pedagógica (CEMEP), da Secretaria Municipal da Educação, interpretam músicas típicas de Natal. Entrada Franca

Música: “EPM EM CONCERTO I”
Sexta-feira, 11 – Teatro Vitória – às 19h30.
EPM – Escola Popular de Música

Apresentação de fim de ano dos alunos dos cursos de Violão, Percussão, Bateria, Flauta Doce e Transversal. A exibição pública dos alunos conta com o apoio e estrutura técnica de uma sala de espetáculos e reserva para a platéia momentos de beleza e emoção. As apresentações são compostas por alunos sob as orientações dos Profs. José Donizete (Bomba), Marcos Lima e Kátia Santarosa.
Classificação indicativa: Livre para todas as idades
Ingressos: R$ 3,00 (preço único)

Evento: “NATAL DO EDIFÍCIO PRADA”
Sexta-feira, 11, às 20h – Sede da Prefeitura de Limeira (Edifício Prada)
Sábado,12, às 20h – Sede da Prefeitura de Limeira (Edifício Prada)

Prefeitura de Limeira, Ceprosom, Fundo Social e demais Secretarias.
A Prefeitura Municipal de Limeira realiza mais uma vez o Natal no Edifício Prada, com a participação de 60 alunos do Coral Infantil Estrelas de Limeira, do Centro de Promoção Social Municipal e convidados. O evento, que tem sido tradicional nas janelas da Prefeitura, vem para encher os corações de paz, alegria e felicidade, festejando o nascimento do menino Jesus e anunciar para 2010 um ano diferente, cheio de grandes realizações. O coral infantil traz cantigas natalinas e uma iluminação digna desse dia.
Classificação indicativa: Livre para todas as idades
Ingressos: Entrada Franca

Teatro: “A NOIVA DO DEFUNTO”
Sábado, 12 – Praça Toledo Barros - às 11h
Grupo Andaime – UNIMEP (Universidade Metodista de Piracicaba)

Adaptação de um texto português de domínio público, da década de 50. O espetáculo conta a história de um homem que é confundido com seu falecido primo, que iria se casar com uma jovem encalhada.
O Grupo Andaime de Teatro da Universidade Metodista de Piracicaba foi fundado em março de 1986 e desde então vem se consolidando como importante produtor cultural do interior paulista. Já realizou mais de 280 apresentações em quase uma centena de cidades brasileiras, atingindo um público superior a 80 mil espectadores. A apresentação se encaixa na preparação para a Mostra Municipal de Circo, que ocorrerá em 2010. O SESC apóia a apresentação.
Classificação indicativa: Livre para todas as idades
Ingressos: Entrada franca.

Dança: “O DONO DO JARDIM”
Sábado,12, às 20h – Teatro Vitória
Domingo,13, às 20h – Teatro Vitória
Complexo Royale

Um espetáculo produzido para agradar o público de todas as idades, com coreografias e encenações que contam uma bela história de transformação, que se passa em um jardim de propriedade de um Lord. A inspiração para essa produção vem de uma mistura dos tradicionais espetáculos europeus com a modernidade da Broadway. Seu elenco é composto por estudantes de dança e teatro.
Classificação indicativa: Livre para todas as idades
Ingressos: R$ 20,00 (inteira) R$ 10,00 (meia)

Teatro de rua: “LUNA PARKE”
Terça-feira, 15, 15h - Centro Esportivo do SESI (Av. Major José Levy Sobrinho)
Grupo La Mínima

Outro espetáculo de preparação para a Mostra Municipal de Circo, que ocorrerá em 2010. O grupo retoma com o espetáculo “Luna Parke” ao teatro de rua, origem do trabalho do “La Mínima”, desta vez inspirados nos parques, diversão popular que possui uma variedade de formatos tão grande quanto a de seus artistas. Apoiados no trabalho do palhaço, os atores recriam o ambiente de um “parque de atrações” com brinquedos, atrações bizarras, vendedores de milagres, encenações de farsas, enfim, um grande material para o exercício de sua arte. O La Mínima concorreu este ano ao prêmio Bravo, um dos principais na área da cultura.
Classificação indicativa: Livre
Entrada franca

Dança: “ACADEMIA SÓ DANÇA”
Terça-feira, 15, às 20h – Teatro Vitória
Quarta-feira, 16, às 20h – Teatro Vitória
Academia Só Dança

Alma Brasileira é um espetáculo, no qual são dançadas diversas músicas, retratando a alma de cada intérprete. Grandes cantores brasileiros.
Classificação indicativa: Livre para todas as idades
Ingressos: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia)

Música: “CONCERTO DE ENCERRAMENTO DA TEMPORADA”
Quinta-feira, 17, às 20h30 – Teatro Vitória
Orquestra Sinfônica de Limeira e Coro da OSLI
Para comemorar o encerramento da temporada, a Orquestra realiza um concerto de Natal com a participação do Coro da Osli. São músicas que celebram o Natal, a festa mais comemorada do Planeta. A orquestra contará com a participação de dois grandes musicistas que interpretam a Sinfônica Concertante em D maior para viola e Contrabaixo de Dittersdorf. Solistas Jonas Goes da Silva Jr. - viola, Anselmo Melosi – contrabaixo e convidados: Coro da Osli.
Classificação indicativa: Livre para todas as idades
Ingressos: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia)


Música: “EPM EM CONCERTO II”
Sexta-feira, 18 – Teatro Vitória – às 19h30.
EPM – Escola Popular de Música
Apresentação de fim de ano dos alunos dos cursos de música. Na ocasião estarão no palco alunos de Teclado, Canto e conta com a participação especial do Coral Municipal Afro Thulany. As apresentações são compostas por alunos sob as orientações dos Profs. Renata Borgo e José Donizete (Bomba).
Classificação indicativa: Livre para todas as idades
Ingressos: R$ 3,00 (preço único)

Teatro: “NOITES DAS CENAS DA EMCEA”
Sábado, 19 – Teatro Vitória – às 19h30
Domingo, 20 – Teatro Vitória – às 19h30
EMCEA – Escola Municipal de Cultura e Artes Maestro “Mário Tintori”
Apresentação de fim de ano dos alunos dos cursos de teatro. A exibição pública dos alunos conta com o apoio e estrutura técnica de uma sala de espetáculos e reserva para a platéia momentos de beleza e emoção. As apresentações de esquetes que compõem o espetáculo estão sob as orientações do Prof. Júlio Borgo
Classificação indicativa: Livre para todas as idades
Ingressos: R$ 3,00 (preço único)

Projeto "Encantoria, Violas e Batuques"
Local: Parque da Cidade de Limeira – Domingo, 20, às 17h00.
Atrações: Grupo Encantoria e convidados especiais

O Grupo Encantoria encerra a turnê "Encantoria, Violas e Batuques" de 2009 em Limeira, esse projeto foi patrocinado pelo edital ProAC da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo e tem o apoio cultural da Prefeitura de Limeira através das Secretarias de Turismo e Eventos e da Cultura. Encantoria materializa seu som e sua luz inspirado na beleza poética das cantorias e na força transcendente dos batuques, cordas e metais presentes em todos os cantos, recantos e encantos do Brasil. Aguardem detalhes e surpresas sobre o evento no site www.encantoria.com.br.
Classificação indicativa: Livre para todas as idades
Ingressos: Entrada franca.

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Escola Livre mostra qualidade na formação de músicos

A Escola Livre de Música, da Orquestra Sinfônica de Limeira, realizou seu concerto de encerramento do segundo semestre de 2009. A escola é mantida por meio de convênio com a Prefeitura de Limeira, através da Secretaria Municipal da Cultura, e a Sociedade Pró-Sinfônica de Limeira (SPSL).

As apresentações, realizadas nos dias 28 e 29 de novembro, mostraram a formação de talentos em Limeira. Mais de 90 músicos passaram pelos palcos do Teatro Vitória, desde alunos em seu primeiro ano de estudos até professores que participam efetivamente da Orquestra Sinfônica de Limeira.

“A música clássica está garantida na cidade por vários anos. Os alunos da Escola Livre são de alto nível, fruto de um trabalho de estudo intensivo não somente durante as aulas”, disse o maestro Rodrigo Müller, diretor-artístico da orquestra. Müller atuou ao lado de Fernando Barreto, que, por sua vez, regeu o grupo de sopro.

O secretário municipal da Cultura, Adalberto Mansur, prestigiou a apresentação dos grupos de corda e de sopro. “Podemos dizer que Limeira tem duas orquestras sinfônicas de qualidade”, afirmou, se referindo à Sinfônica e à Sinfônica Jovem.

O secretário destacou que o convênio entre a Prefeitura e a Sociedade, incrementado no governo Silvio Félix, tem trazido resultados positivos, sendo exemplo de uma política pública que beneficia a população.

MÚSICA BRASILEIRA

A abertura do concerto de sábado encheu o teatro com músicas brasileiras, através do som dos alunos de viola caipira que se apresentaram em duetos e finalizaram com uma grande orquestra de violas. Entre as músicas executadas estavam “Cana–verde”, “Cuitelinho” e “Pau-Brasil”.

Em seguida a Orquestra de Cordas entrou ao palco com seus 23 músicos, sob a regência do maestro Rodrigo Müller tendo com repertório composições de Bach, Beethoven e a Sinfonia in G Major de Mozart. E finalizando o concerto de sábado, a Orquestra Jovem se apresentou com quase 45 músicos, também sob a regência de Rodrigo Müller, executando In a Persian Market, Tocata do Trenzinho do Caipira e Piccolo Bolero de Mantovani.

Na manhã de domingo, os alunos que iniciaram os estudos de violino, viola, violoncelo e contrabaixo em 2009 se apresentaram na Orquestra Preparatória, executando 10 músicas, entre elas uma composição de Mozart. A platéia prestigiou os alunos pedindo bis e finalizou em um grande agradecimento aos alunos do maestro Rodrigo Müller.

O concerto da manhã de domingo terminou com a Orquestra de Sopros sob a regência do maestro Fernando Barreto, executando cinco músicas com grande estilo e animação, entre elas: Back to the future, Cartoon Symphony e terminou com a participação da platéia em Radetsky March.

O encerramento foi no domingo às 20h, tendo a participação do Quarteto de Cordas, formado por instrumentistas da Sinfônica de Limeira e professores da ELM, executando obras de Villani Côrtes, Haydn e Villa-Lobos. O concerto finalizou com a apresentação da Camerata da Sinfônica, tendo como solistas instrumentistas da Orquestra Sinfônica de Limeira executando obras de J. S. Bach e finalizando com a Suíte Antiga de A. Nepomuceno.

Outra escola de cultura e artes, a EMCEA, realizará nos próximos dias seu espetáculo de final de ano.

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

IV Troféu Negro em Evidência 2009

Aconteceu na última quinta-feira, dia 26 de Novembro, a entrega do IV Troféu Negro em Evidência, na Câmara Municipal de Limeira. O evento começou as 19:30h e contou com a presença de vereadores, vasto público e também das modelos do Beleza Negra, que auxiliaram na entrega do prêmio.
Foram 30 cidadãos escolhidos pelo idealizador e organizador do projeto, José Augusto, mais conhecido como "Gu Tigers". Em sua sexta edição, o projeto limeirense conta com o apoio da Secretaria da Cultura, da Secretaria de Turismo e Eventos e também da Secretaria da Educação. Gu Tigers explica que a idéia surgiu em 2003 com o objetivo de valorizar a cultura negra e levantar a auto-estima dos participantes.

Entre os premiados, estão Pe. Valdinei, da Paróquia Sta. Isabel; Dirce Pereira, diretora da Academia de Letras de Limeira, o vereador Silvio Brito e o organizador e formador da Beleza Negra, Evandro Roberto. Os critérios para escolha dos ganhadores do troféu são o destaque e o desempenho que exercem na comunidade.

"A comunidade negra de Limeira, ao ver representantes seus sendo bem-sucedidos como profissionais, sente-se mais motivada para conquistas e ganha referências" exlplicou Gu Tigers. Além de organizar o projeto, Gu Tigers também é o criador do Diário Tigers, que circula em Limeira desde 1989, e é capitão do time de futebol Tigers há 27 anos.

Confira mais fotos da premiação:


Vereador Silvio Brito sendo premiado


Evandro Roberto, organizador da Beleza Negra

Todos os premiados e Gu Tigers

Gu Tigers, idealizador do Troféu e Mestre de Cerimônia

(Créditos: www.emlimeiratem.com.br)

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Orquestra Sinfônica de Limeira comemora seu 14° aniversário


A Orquestra Sinfônica de Limeira realizou ontem, 26 de Novembro, o IX Concerto da Temporada em comemoração ao 14° Aniversário da Orquestra. A apresentação ocorreu as 20h30 no Teatro Vitória, com a participação do solista limeirense Marcelo Meira.

Com quatorze anos de sucesso e boa música, a Orquestra contou com vasto público e executou peças importantes do repertório sinfônico, como "As Bodas de Fígaro" de Mozart e "O lago dos Cisnes" de Tchaykowsky , com a regência de Rodrigo Muller. Marcelo Meira, Bacharel em Clarinete pela Universidade de Houston no Texas, interpretou o Concerto para Clarineta e Orquestra de W. A. Mozart.

A Orquestra Sinfônica de Limeira iniciou suas atividades em 17 de novembro de 1995, sob a direção artística do maestro Rodrigo Müller. Com o objetivo da formação de um público de concerto, a orquestra executa um repertório eclético que vai do barroco até a música popular brasileira, e realiza durante o ano concertos oficiais no Teatro Vitória, além de concertos didáticos em bairros, escolas e outras cidades da região.

Cerca de 60 profissionais estão envolvidos diretamente, contando com solistas, maestros, músicos e toda a equipe técnica, além dos que estão envolvidos indiretamente, tornando assim a música não só um instrumento de entretenimento, socialização e inclusão, mas também uma potencial geradora de empregos.

Dando a oportunidade a músicos da cidade e da região, e contando com a presença de solistas de renome nacional e internacional, a Orquestra Sinfônica de Limeira é hoje um dos principais patrimônios culturais da cidade, tendo em vista o expressivo público que comparece em seus concertos mensais no Teatro Vitória.

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Dança Indiana na Oficina Cultural Carlos Gomes

Acontecerá neste sábado, 28 de Novembro, a apresentação do Exercício de Finalização da "Oficina de Dança Indiana - Estilo Bharatanatyam". O evento comecará às 20h na Oficina Cultural Regional Carlos Gomes, centro de Limeira.

Após três meses de estudos desta técnica milenar, o estilo Bharatanatyam, nascido no sul da Índia há mais de dois mil anos, os participantes da Oficina de Dança Indiana, coordenada por Bárbara Malavoglia, tiveram um contato maior com o próprio corpo e puderam usar essa linguagem (ritmos, sua geometria, o uso das mãos e dos olhos), para se expressarem numa composição coreográfica que será apresentada ao público na sede da OCR Carlos Gomes.


Maiores Informações:

Oficina Cultural Regional Carlos Gomes
Largo da Boa Morte, 11 – Centro – Limeira/SP
Tel/Fax: 19 3442-9857/3495-1028
carlosgomes@assaoc.org.br
http://www.oficinasculturais.org.br/

O Futuro do Samba


A apresentação da música "O Menino e a Nega" do grupo As Nastácia, de Limeira, durante o 4.o FestiAfro, chamou a atenção. Um dos participantes do grupo de samba é Derick, de apenas quatro anos de idade. O garoto tocou pandeiro e roubou a cena da música, que acabou premiada com a menção de "Consagração Popular".

Crishiman, de 14 anos, é integrante do grupo, juntamente com suas irmãs Thaine, Cassiane, Rayani e Daniele. "A idéia de convidar Derick para participar da apresentação foi da Cassiane, que é vocalista do grupo, pois ele já gosta muito de samba", contou Crishiman, que explicou que o menino é amigo da família.

Agora, diante deste talento no pandeiro, o grupo está pensando em convidar o pequeno Derick para ser um dos membros do As Nastácia. "Acho que ele vai gostar", confessou Crishiman. É o futuro do samba.

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Violão, saxofone, jornalismo e música...

Conheça os cinco jurados convidados para determinar os vencedores do 4º FestiAfro

Nuno Coelho de Alcântara Júnior

Jornalista formado em Comunicação Social no Sepac, São Paulo. Assessor de Comunicação na Pastoral da Criança e Assessor de Imprensa da diocese de Campo Limpo – São Paulo. É também Assessor Parlamentar da Câmara municipal de São Paulo e redator da Revista Vida e Missão da diocese de Campo Limpo.

Tiago Monteiro

Tem vinte e cinco anos. Nascido na cidade de Limeira, cantor e violonista. Já atuou em vários projetos musicais de diversos estilos. Atualmente trabalha com os projetos Overdose Brasil e Par de Reis. Apresenta-se em casas de shows, clubes, bares e outros lugares de Limeira e região. Como músico já estudou canto coral, canto popular, violão clássico e violão popular.

Leandro Pfeifer

É formado em música pela Universidade Estadual de Londrina e atua como músico compositor, instrumentista, vocalista e produtor cultural. Integrante do grupo Encantoria, elaborou e produziu diversos trabalhos nos estados de São Paulo e Paraná, com projetos culturais como “Guerreiros do arco-íris" e "Ecos da paulistania: encantoria, violas e batuques". Através da companhia Duberrô, elaborou e produziu o projeto Fábulas do Iauaretê com participação do índio tapuia Kaka Werá. Já foi campeão de vários festivais, como “Canta Limeira” e “Viola de Todos os Cantos”.

Marco Antonio de Abreu Moraes

Formado pelo Conservatório Dramático e Musical Doutor Carlos de Campos, fez parte da Banda Sinfônica de Tatuí, e cursou aulas de clarineta na Escola de Música de Piracicaba Ernerto Mahle. Saxofonista por oito anos da orquestra do maestro Osmar Milani – SBT, orquestra Ed Costa internacional, saxofonista do quinteto Lume e fundador do grupo de choro Sopro com Batuque.

Casimiro Paschoal da Silva

Músico formado pelo Conservatório Allegro de São Carlos. Professor de teoria musical e saxofonista. Presidente da ONG OSCAR (Organização sócio-cultural dos Afro descendentes Reunidos), que busca valorizar a educação musical das crianças da comunidade carente de São Carlos. Desenvolveu seu trabalho musical como instrumentista na Banda Soul Jazz de São Carlos. Cientista Social, militante negro, ex-secretário da Secretaria de Combate ao Racismo do Estado de São Paulo. Orienta trabalhos acadêmicos sobre a temática histórica e cultural do negro e a escravidão no Brasil.

terça-feira, 24 de novembro de 2009

Tubarão "ataca" na Catedral

O título dessa postagem poderia ser típico do jornalismo sensacionalista, mas é somente uma citação de um dos fatos mais importantes do final de semana cultural em Limeira. A Corporação Henrique Marques realizou um concerto em comemoração aos seus 149 anos, na noite de domingo, dia 22 de novembro, na Catedral. E uma das composições executadas foi o tema de abertura do filme "Tubarão".

O concerto teve uma parte sinfônica e outra com música popular, incluindo composições típicas executadas ao longo de 149 anos de existência dessa importante banda de coreto. A regência foi do maestro Fernando Barreto, que, respeitosamente, abriu espaço para uma homenagem ao também maestro Mauro Cerdeira, que se recupera de uma doença. Cerdeira foi aplaudido quando, mesmo com dificuldades, se levantou durante a homenagem.
O secretário da Cultura, Adalberto Mansur, prestigiou o evento. A Henrique Marques se apresenta a cada 15 dias na praça Toledo Barros, dentro do projeto de bandas da Secretaria da Cultura de Limeira que contempla ainda a Corporação Artur Giambelli.


História



Capa do segundo LP da banda

Fundada em 06 de novembro de 1860, pelo professor de música Joaquim Luis Marques, a Corporação Musical Henrique Marques nasceu primeiro como Banda Lira D´Oeste. Por ser negro, seu fundador participou ativamente pela libertação dos escravos, numa época em que a sensibilidade era sua única arma. Após sua morte, em 1892, seu filho Henrique Marques, cujo nome passou a ser oficialmente o nome da Corporação, assume a regência. Com 45 componentes, a Banda mantém uma escola, que já formou importante músicos.

Mestres de Cerimônia


Cleusa Santos e Paulo Santos foram os mestres de cerimônia durante o 4.o FestiAfro. Os dois integrantes do coral Afro Thulany foram os responsáveis pelo anúncio das músicas e dos músicos ao longo do evento. Também aproveitaram e deram uma "canja", ao interpretar, entre uma música e outra, canções do repertório que, nos últimos dias, levaram o Thulany a cidades como Santa Bárbara D'Oeste, Jundiaí e Piracicaba.


Mais recentemente, o Thulany, sob a regência de José Donizetti Santos, o "Bomba", marido de Cleusa e irmão de Paulo, soltou a voz no importante Festival Internacional de Corais, em Belo Horizonte.

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

“Acorrentados” vence o 4° FestiAfro

Aconteceu na noite de ontem (22/11), no Teatro Vitória, a final da 4ª edição do FestiAfro (Festival Nacional de MPB com temática afro). Foram nove apresentações, entre elas, quatro de Limeira.

Estavam presentes o prefeito Sílvio Félix, o secretário da Cultura Adalberto Mansur, o vereador Farid Zaine, idealizador do projeto; e Galdino Clemente, diretor do Decadie (Departamento de Cultura Afro-Descendente e Integração Étnica). Compareceram também para entregar a premiação Juraci Soares, diretor da escola de Artes e Biblioteca da secretaria, e Carlos Jerônimo, diretor do Teatro Vitória.

O jornalista Nuno Coelho, Tiago Monteiro, professor de canto e violão do Palacete Levy; Leandro Pfeifer, compositor e músico; o maestro Marco Abreu e Cassimiro Paschoal, também músico; foram os cinco jurados da noite. Entre os nove finalistas, os jurados tiveram que escolher as três melhores músicas de Limeira, as cinco melhores nacionais, além do prêmio de melhor intérprete e consagração popular.

“Neste momento, eu me sinto muito feliz em ser o prefeito de Limeira”, declarou Silvio Félix, que ressaltou a importância do festival dentro das comemorações do Mês da Consciência Negra no município. O jurado Cassimiro Paschoal elogiou a iniciativa pública: “A arte reforça a integração que todos nós devemos construir. Parabéns a política local que proporcionou esta oportunidade de reflexão”, disse ele.

Tiveram destaque Kiko Zamarian, 1º lugar na categoria nacional com a música “Acorrentados”, e também Márcia Tauil, que alcançou o 2° lugar com “Entre o mar e a dor”. “Este festival me fez crescer como artista e também em cultura. A plateia me emocionou muito”, disse Márcia, que ganhou o prêmio de Melhor Intérprete no 3º FestiAfro, em 2007. Já a canção “O Menino e a Nega”, do grupo limeirense As Nastácia, ganhou a menção de Consagração Popular. Confira abaixo a lista das músicas premiadas, que dão direito a prêmios em dinheiro e troféus.

Consagração Popular: O Menino e a Nega – As Nastácia, de Limeira - R$ 500,00

Melhor Intérprete: Muralhas – Ivânia Catarino, Praia Grande (SP) - R$ 500,00

Limeira:
1° Lugar: Canção de Volta ao Lar - Os Benês (R$ 1000,00)
2° Lugar: Afro herói, quiçá! - Toc Percussivo (R$ 700,00)
3° Lugar: Donos do Mundo – Elton Fontanin (R$ 300,00)

Nacional:
1° Lugar: Acorrentados – Kiko Zamarian, de Mococa (SP) - R$ 2.500,00
2° Lugar: Entre o Mar e a Dor – Márcia Tauil, de Brasília - R$1.500,00
3º Lugar: Muralhas – Ivânia Catarino - R$ 1.200,00
4° Lugar: Meridiano – Cláudia Romano, de Ilha Solteira (SP - R$ 1.000,00
5° Lugar: Canção da Volta ao Lar - Os Benês, de Limeira (SP) - R$ 800,00

Kiko Zamarian (1° lugar) e autoridades

Os Benês, 1º lugar na categoria Limeira