sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Limeirenses fazem tributo a Amy Winehouse e Cássia Eller neste sábado no Teatro Vitória


Duas grandes cantoras limeirenses dividem o palco do Teatro Vitória interpretando duas grandes estrelas da música brasileira e internacional. July Guerrero e Simone Carvalho fazem tributo a Amy Winehouse e Cássia Eller, respectivamente, neste sábado, 29, às 20h, no Teatro Vitória. Trata-se de um tributo que homenageará essas mulheres que marcaram uma geração inteira com suas vozes.

As duas cantoras, que já vem consolidando suas carreiras, estão muito felizes com a possibilidade de levar para o teatro o tributo às estas grandes estrelas da música. Para July, interpretar Amy é motivo de orgulho e satisfação. “Tudo começou quando eu estava numa fase que não me entusiasmava com nenhum artista, só ouvia sons dos anos 60 e 90, mas de repente me deparei com essa mulher, dona de uma voz poderosa, instigante que me tocou no fundo da alma”, relatou.

July Guerrero

Foi a partir daí, que surgiu o desejo de July montar um cover de Amy com direito a figurino, maquiagem extravagante, tattoos e até copiar umas de suas marcas registradas, o cabelo. “A encarei dos pés a cabeça, usando o figurino do DVD, e trazendo aquela imagem dela totalmente segura e distraída no palco, que não precisava provar nada a ninguém; meio bêbada, chapada, improvisando novas melodias, sendo irônica, engraçada e autodestrutiva, mas acima de tudo, entretendo as pessoas com suas canções”, disse July.

O repertório de July terá mais de 14 canções de Amy. July buscou referências do primeiro DVD que Amy Winehouse gravou – “I Told You I Was Trouble” - Live in London, lançado em 2007. Entre as canções, estão: Addicted, Just Friends, Back to Black, Wake Up Alone, Tears Dry on Their Own, He Can Hold Her, Fuck Me Pumps, Valerie, Hey Little, entre outros.

Já Simone Carvalho escolheu interpretar Cássia Eller, com o intuito de resgatar o trabalho dessa grande interprete da música brasileira. “Manter viva para as próximas gerações a musicalidade e o estilo de Cássia”, disse a cantora.

No repertório de Simone, as canções que ela irá interpretar são; Malandragem, Relicário, Ect/ Coroné Antônio Bento, Luz dos Olhos, Segundo Sol, Por Enquanto, No Recreio, Top Top, All Star, Vá Morar com o Diabo entre outras.

Simone Carvalho

Essas estrelas limeirenses em grande estilo, subirão ao palco do Teatro Vitória para homenagear grandes ícones da música. “Convidamos a todos que curtem Amy e Cássia, a prestigiar o show, que será muito divertido, além de contar com excelentes músicos!”, finalizou as artistas.

O tributo é uma realização da Prefeitura de Limeira, por meio da Secretaria da Cultura. A entrada é franca, com distribuição de senhas de acesso uma hora antes da apresentação. A duração do show é de 120 minutos e a classificação indicativa é livre.

Outras informações podem ser obtidas no telefone do teatro, (19) 3451 6679, ou no blog da Cultura: www.culturalimeira.blogspot.com.

* Cartaz – crédito: Divulgação.

Luane Tenório – Estagiária de Jornalismo
Departamento de Projetos Culturais
Secretaria da Cultura
Prefeitura Municipal de Limeira
(19) 3451 0502

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Parque Nossa Senhora das Dores recebe o espetáculo “Coração dos Teatros Rodantes”

Neste domingo, 30, o bairro Nossa Senhora das Dores recebe o espetáculo de rua “Coração dos Teatros Rodantes”, às 16h. A peça baseia-se no livro de “Kafka e a Boneca Viajante” de Jordi Fabra i Sierra e busca desvelar a profundidade de Kafka de maneira simples, através da experiência de uma criança e um brinquedo. A dramaturgia é de Ilo Krugli, com encenação do grupo de teatro Andaime, de Piracicaba (SP), que busca instalar o lugar da palavra, no objetivo de restabelecer o diálogo entre artistas e público.

A direção da peça é de Rogério Tarifa, e no elenco estão, André Stenico, Antonio Chapéu, Ariane Martins, Carlos Jerônimo, Joseane Bigaran, Márcio Abegão, Maria Paula e Tiago de Luca, músicos, Felipe Vechini e Nivaldo Santos, direção musical, Juh Vieira, direção de arte, Júlio Dojcsar e Erika Moura, e a dramaturgia é assinada por Ilo Krugli.

O Grupo Andaime de Teatro da Universidade Metodista de Piracicaba, (Unimep), foi fundado em março de 1986 e desde então, vem se consolidando como importante produtor cultural do interior paulista. Em 25 anos de história teve onze peças encenadas, num total de mais de 350 apresentações em mais de uma centena de cidades brasileiras, contabilizando seis Estados diferentes, atingindo um público superior a 100 mil espectadores.


Com um trabalho reconhecido pelo público e pela crítica, o grupo recebeu 118 prêmios em vários Festivais, destacando-se 14 prêmios de melhor espetáculo em Festivais Nacionais de Teatro dos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná e Santa Catarina. Em 2006, o Grupo Andaime realizou uma turnê, com apoio da Caterpillar do Brasil, por quatro estados americanos, com o espetáculo “O Segredo do Café com Biscuit”. Foram quatro apresentações nos Estados Unidos da América, nas cidades de Pulaski – Tenessee, Poultney  - Vermont, New York City - NY e Marietta – Ohio.


A apresentação acontece na Rua João Lopes, nº 95, III Etapa (em frente à escola Irmã Maria Gertrudes Cardoso Rebello). O espetáculo de rua vem à cidade através da Secretaria do Estado da Cultura, pelo Proac, em parceria com a Prefeitura de Limeira, por meio da Secretaria da Cultura. A duração do espetáculo é de 90 minutos. Outras informações podem ser obtidas no telefone da Cultura, (19) 3451 0502, ou no blog, www.culturalimeira.blogspot.com.

*Fotos do espetáculo. Crédito: Divulgação.

Luane Tenório – Estagiária de Jornalismo
Prefeitura Municipal de Limeira /SP
Secretaria da Cultura


Departamento de Projetos Culturais
www.culturalimeira.blogspot.com
www.facebook.com/culturalimeira

Rock Sinfônico no Parque Cidade


Rock sinfônico é o tema do próximo concerto no Parque Cidade (Hípica). A Orquestra Sinfônica Jovem de Limeira (Osli Jovem) apresenta neste domingo, dia 30 de setembro, às 11h, um concerto imperdível, apresentando a versão sinfônica de alguns clássicos do rock como; Kashmir, Viva La Vida, Yesterday, Fade to Black e The Unforgiven.

Este concerto faz parte do trabalho de formação de público  e de descentralização da Sociedade Pró Sinfônica  de Limeira, que visa levar a música instrumental a diversos segmentos da sociedade.


A realização é da Prefeitura Municipal de Limeira, por meio da Secretaria da Cultura, Secretaria de Turismo e Eventos, Museu da Jóia e Sociedade Pró-Sinfônica de Limeira, patrocínio da CCR AutoBAn e Unimed Limeira, apoio institucional da Lei de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet) e apoio cultural de Limel Bagueteria, Floricultura Mercuri, Fotógrafo Paulo Pedron, AZ Design Independente, Musical Brasil Instrumentos, Virtú Produções Culturais e Artisticas, Foz do Brasil e Printness Soluções.

A entrada é franca e classificação indicativa livre. Mais informações podem ser obtidas no site www.sinfonicadelimeira.com ou pelo telefone da Osli, (19) 3451 2750.

*Cartaz: Crédito: Divulgação. 

Sociedade Pró Sinfônica
Orquestra Sinfônica de Limeira
(19) 3451 2675

“Terço Insano” traz Irmã Selma ao palco do Vitória


Uma divertida história escrita e dirigida por Octávio Mendes, diretor de vários espetáculos, traz ao palco do Teatro Vitória, “Irmã Selma e seu Terço Insano”, nesta sexta-feira, 28, às 20h30. A realização é da Borner Produções e Arte com Arte, com apoio da Prefeitura de Limeira, por meio da Secretaria da Cultura.

Com personagens engraçadas, em um espetáculo solo, “Terço Insano” apresenta Mônica Goldstein, apresentadora de programa sensacionalista; Walmir, ex- gay - um cara que muda radicalmente sua vida; Maria Botânica;  Xanaína - uma cantora divertida e Irmã Selma, uma freira humorista e uma das mais conhecidas personagens de Mendes.


Os ingressos já estão disponíveis na bilheteria e custam R$ 50 (inteira), R$ 25 (meia) e R$ 30 (com bônus Gazeta de Limeira). Há, ainda, bônus especial para quem fizer a doação de um litro de leite, e neste caso, a pessoa paga R$ 25. As doações serão destinadas ao Fundo Social de Solidariedade.

A classificação indicativa é de 14 anos. Outras informações podem ser obtidas no telefone do teatro, (19) 3451 6679.

*Fotos do espetáculo”. Créditos – Divulgação.

Luane Tenório Estagiária de Jornalismo
Departamento de Projetos Culturais
Prefeitura de Limeira/SP
Secretaria Municipal da Cultura
(19) 3451.0502

terça-feira, 25 de setembro de 2012

Nota: Cancelamento do Cine Cultura

A Prefeitura Municipal de Limeira, por meio da Secretaria da Cultura, informa que o Cine Cultura que exibiria, hoje, terça-feira, 25, os filmes “Madagascar 2”, às 14h30 e “Foi Apenas um Sonho”, às 20h, no Teatro Vitória, foram cancelados em virtude da semana do Canto Lírico. A Secretaria pede desculpas por eventuais transtornos.

Mais informações podem ser obtidas no telefone da Cultura, (19) 3451 0502.

Departamento de Projetos Culturais
Secretaria da Cultura

Palacete Levy está aberto ao público

Após as obras de restauro e reforma do Palacete Levy, no centro de Limeira, que durou cerca de dois anos, o prédio está novamente aberto ao público. A abertura oficial do prédio com as novas instalações ocorreu nesta segunda-feira, 24 de setembro.

As obras do Palacete Levy tiveram início no mês de agosto de 2010 e foram finalizadas em junho de 2012. O restauro foi feito pela Prefeitura de Limeira por meio das Secretarias Municipais da Cultura e de Obras e Serviços Urbanos, através da contratação da empresa Eppo Saneamento Ambiental e Obras.


A cerimônia de abertura ao público contou com a presença dos secretários municipais da Cultura, Evandro Leite da Silva, de Obras e Serviços Urbanos, Dagoberto de Campos Guidi, e de Comunicações, Luiz Biajoni, do especialista em restauro da empresa Eppo, Salvador de Cápua, do diretor da Oficina Cultural Regional “Carlos Gomes”, Robson Trento, de funcionários da Secretaria da Cultura e da Imprensa local.

Representando o prefeito Orlando José Zovico, o secretário da Cultura agradeceu o empenho de todos e disse estar muito contente com a entrega do prédio: “este é um presente para Limeira. É uma grande satisfação podermos utilizar novamente o prédio, agora muito melhor e mais bonito que antes”, disse Silva.


Já para Guidi, “é uma alegria ver esta obra, da qual fui fiscal, completa, além de como secretário de Obras poder entrega-la à cidade”. Para Trento, diretor da Oficina Cultural, “será muito bom voltar ao prédio, que é marco da cultura de Limeira”.

Restauro
Segundo o especialista Salvador de Cápua, a obra de restauro foi muito planejada, para que o prédio mantivesse suas características, mas também abrigasse estrutura para atender às necessidades da modernidade, como elevadores, fiação elétrica e equipamento contra incêndio. “Esse trabalho é o resgate de uma obra de arte histórica e intervenções sem critério poderiam prejudicar a beleza e o significado do prédio”, explicou.


Durante a obra foram realizadas as seguintes ações:

- A substituição das telhas de fibrocimento por telhas de barro tipo francesas, conforme as originais, e colocação de manta impermeabilizante, além da troca do madeiramento que estava afetado por cupins;

- Substituição das peças do forro, que formam desenhos bem detalhados, por peças novas nos mesmos padrões das originais. Os demais forros foram substituídos pelo mesmo modelo anterior, do tipo saia e camisa, e receberam tratamento contra cupins;

- Substituição do piso superior de madeira nos mesmos padrões originais e recuperação do desenho existente no hall de entrada de uma rosa dos ventos;

- Recuperação de todas as portas e janelas;

- Recuperação dos balaústres da escada principal e reposição das peças faltantes;

- Restauração dos ornatos decorativos da fachada, que estavam deteriorados pelo tempo e por infiltrações;

- Após a prospecção das paredes, encontraram-se pinturas decorativas que foram deixadas a mostra e reproduzidas no restante do ambiente.

O valor total da obra empregada na reforma e restauração do prédio histórico foi de R$ 2,9 milhões.

História
O prédio, construído em 1881, teve vários proprietários e, desde 1997, passou a ser ocupado pela Secretaria da Cultura e Turismo e Eventos de Limeira e pela Oficina Cultural Regional Carlos Gomes. Além de desenvolver a parte administrativa da Secretaria, o prédio passou a abrigar eventos artísticos que o caracterizaram como um ponto de produção cultural, valorizando sua história para os frequentadores do local.

Evento
Para celebrar a abertura do prédio ao público, o local recebe a “II Semana do Canto Lírico”, evento oficial do calendário do município, que conta com diversas apresentações musicais gratuitas em locais diferentes da cidade.

A entrada é gratuita e a classificação é livre. Além do Palacete Levy, as Igrejas da Boa Morte e Catedral também receberão apresentações.

"II Semana do Canto Lírico"
Dias: terça, quarta, quinta e sexta-feira, 25, 26, 27 e 28 de setembro.

Horário: 20h.
Locais: Palacete Levy, na Igreja da Boa Morte e na Igreja Catedral.

*Fotos: Palacete Levy. Crédito: Wagner Morente. 

Secretaria de Comunicações
Prefeitura Municipal de Limeira
(19) 3404 9623



sexta-feira, 21 de setembro de 2012

“Rua do Samba” no Pavilhão do Feirante no Parque Nossa Senhora das Dores

Já realizado no ano de 2010, “Rua do Samba” volta com tudo na programação cultural do município. Trate-se de uma descentralização da cultura, no qual a juventude negra tem a oportunidade de mostrar sua força e a paixão pelo samba. O evento que é aberto à população e acontece neste domingo, 23, das 15h, às 19h, no Pavilhão do Feirante, (Av. Frei João das Mercês), no Parque Nossa Senhora das Dores.  


A realização é da Prefeitura Municipal de Limeira, por meio da Secretaria da Cultura, através do Departamento de Cultura Afro Descendente e Integração Étnica (DECADIE), em parceria com Escola Municipal de Cultura e Artes (EMCEA), Pastoral Afro Nossa Senhora de Lourdes, Stúdio Athenas de Dança e Amigos do Dito.

“Rua do Samba” conta com a participação dos Amigos do Dito, levando o melhor do samba de raiz, Delirow, grupo Tambores, Dj Morf e Dj Ney, , Black Music, o melhor do samba-rock com  os alunos da oficina de samba-rock da EMCEA, oficina de samba-rock da Pastoral Afro Nossa Senhora de Lourdes e o grupo de samba-rock do Stúdio de Dança Athenas.

Apresentação em 2010 - grupo Tambores - no Cecap

O evento é gratuito e haverá praça de alimentação. Outras informações podem ser obtidas no telefone da Cultura, (19) 3451 0502, ou no blog da Cultura, www.culturalimeira.blogspot.com.

*Cartaz. Crédito: Divulgação.

Luane Tenório – Estagiária de Jornalismo
Departamento de Projetos Culturais
Prefeitura Municipal de Limeira
Secretaria da Cultura
(19) 3451 0502

II Semana do Canto Lírico de 25 a 30 de setembro


Confira a programação:

25 – Cenas e Arias de Ópera
Local: Palacete Levy, às 20h
Laura Duarte (soprano)
Victória Real (soprano)
Kaynan Consoli (barítono)
Ângelo Fernandes (piano)

26 – Banda Henrique Marques “Grandes Musicais”
Local: Palacete Levy, às 20h
Victória Real (soprano)
Gilberto Santos (tenor)
Fernando Barreto (regência)

27 – Camerata da Orquestra Sinfônica de Limeira “Raízes Líricas”
Local: Palacete Levy, às 20h
Maria Isabel Resende (soprano)
Rodrigo Muller (regência)

28 – Lírico Limeirense
Local: Palacete Levy, às 20h
Sueli Bobice (soprano)
Coral Tatuiby
Rosivaldo Mena Peres (piano e regência)

29 – Camerata Anima Antiqua – Campinas
Local: Igreja Nossa Senhora da Boa Morte, às 20h
Carlos Fiorini (regência)

30 – Officina Vocalis e Coro do Departamento de Educação Artística da Unasp “Chichester Psalm”
Local: Matriz de Nossa Senhora das Dores (Catedral), às 20h
Jetro Meira de Oliveira (regência)

A entrada é franca. A realização é da Prefeitura Municipal de Limeira, por meio da Secretaria da Cultura, e Virtu Produções culturais com apoio da Banda Henrique Marques, Sociedade Pró Sinfônica de Limeira, (Spsl), Unicamp, e Unasp.

Outras informações sobre a semana do Canto Lírico, podem ser obtidas no telefone da Osli, (19) 3451 2750. 



I Encontro Técnico Intermunicipal de Bandas Sinfônicas


segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Orquestra apresenta a cantata “Carmina Burana” de Carl Orff


No mês de setembro a orquestra traz um espetáculo grandioso e inédito na cidade, trata-se da cantata “Carmina Burana” do compositor Carl Orff, que se realizará no mês de aniversário da cidade, nos dias 20 e 21 às 20h30, no Teatro Vitória.

O compositor alemão Carl Orff musicou alguns dos Carmina Burana, compondo uma cantata homônima. Com o subtítulo “Cantiones profanae cantoribus et choris cantandae”, a obra, por suas características, pode ser definida também como uma “cantata cênica”.


A cantata é emoldurada por um símbolo da Antiguidade — a roda da fortuna, eternamente girando, trazendo alternadamente boa e má sorte. É uma parábola da vida humana exposta a constante mudança, mas não apresenta uma trama precisa.

A obra é estruturada em prólogo e duas partes. No prólogo há uma invocação à deusa Fortuna na qual desfilam vários personagens emblemáticos dos vários destinos individuais. Na primeira parte se celebra o encontro do Homem com a Natureza, particularmente o despertar da primavera - “Veris laeta facies” ou a alegria da primavera. Na segunda, “In taberna”, preponderam os cantos goliardescos que celebram as maravilhas do vinho e do amor(“Amor volat undique”), culminando com o coro de glorificação da bela jovem (“Ave, formosissima”). No final, repete-se o coro de invocação à Fortuna (“O Fortuna, velut luna”).

O concerto
 O espetáculo terá como regente o Maestro Rodrigo Müller, três solistas, dos quais serão Elisabete Almeida (soprano), Guga Costa (tenor), Vinícius Atique (barítono) e dois coros, Madrigal Vivace (Vasti Atique – regente) e Coro Contemporâneo de Campinas (Ângelo Fernandes – regente) e a Orquestra Sinfônica de Limeira.

Os ingressos já estão disponíveis para venda na bilheteria do Teatro Vitória ao preço de R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia-entrada). Mais informações sobre o concerto “Carmina Burana” no site www.sinfonicadelimeira.com ou pelo email: oslimeira@yahoo.com.br.

Os trabalhos desenvolvidos pela Orquestra Sinfônica de Limeira são realizados pela Prefeitura Municipal de Limeira, por meio da Secretaria da Cultura e Sociedade Pró-Sinfônica de Limeira. Contam também com o patrocínio da CCR AutoBAn e Unimed. O evento conta ainda com o apoio institucional da Lei de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet) e apoio cultural de Limel Bagueteria, Floricultura Mercuri, Fotógrafo Paulo Pedron, AZ Design Independente, Musical Brasil Instrumentos, Virtú Produções Culturais e Artisticas , Foz do Brasil,  Printness Soluções e CAMPL.

Cartaz. Crédito: Divulgação.

Sociedade Pró Sinfônica de Limeira 
(Orquestra Sinfônica de Limeira)
www.sinfonicadelimeira.com
Rua Senador Vergueiro 122 Centro Limeira
Tel: 19- 3451-2750

sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Nota: Cancelamento do espetáculo “A Errância de Caim”


A Prefeitura Municipal de Limeira, por meio da Secretaria da Cultura, informa que o espetáculo “A Errância de Caim” que aconteceria amanhã, sábado, 15, no Teatro Vitória, foi cancelado pela produção do evento, pois o grupo, que vinha da Angola, teve problemas com o visto. A Secretaria da Cultura lamenta e pede desculpas por eventuais transtornos.

Mais informações podem ser obtidas no telefone da Cultura, (19) 3451 0502.

Atenciosamente;
Secretaria Municipal da Cultura
Departamento de Projetos Culturais

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Obra de José Saramago e versão de José Mena Abrantes é encanada no Teatro Vitória



Uma obra do renomeado escritor José Saramago, “Caim”, e versão livre de José Mena Abrantes, dá vida ao espetáculo “A errância de Caim”. O espetáculo será neste sábado, 15, às 18h, no Teatro Vitória. A peça, que faz parte do VII Circuito de Teatro em Português, conta do que teria eventualmente acontecido com Caim (filho de Adão) depois de ter sido condenado por Deus a andar errante pelo mundo, como castigo por ter assassinado o seu irmão Abel.


Como a Bíblia é omissa a esse respeito, Saramago põe Caim a deambular não só pelo espaço, mas também pelo tempo, o que lhe permite ser testemunha de todos os principais episódios relatados no Velho Testamento.

Caim estará, desta forma, presente no sacrifício de Isaac, na construção da Torre de Babel e da Arca de Noé, na destruição de Sodoma e Gomorra, no encontro de Moisés com Deus no Monte Sinai, no flagelo de Job, entre outras.

Em todas essas ocasiões, ele questiona a intervenção divina, estabelecendo a comparação com o seu próprio crime. Ele não compreende, por exemplo, que Deus não poupe as crianças inocentes em Sodoma, que obrigue um pai a sacrificar um filho único ou que atormente Job, apenas para testar a sua fidelidade e devoção.


No elenco estão,  Virgílio Capomba, Adorado Mara, Cláudia Púkuta, Nelson Odalisca, Yarú Cândido, Honório dos Santos, Correia Pelinganga, Cláudia Nobre, Madaleno Fonseca, Mayer Muhumbi, coreografia, José Mena Abrantes.

A peça conta como o apoio da Prefeitura de Limeira, por meio da Secretaria da Cultura. A classificação indicativa é de 14 anos, e a duração do espetáculo é de 80 minutos. A entrada é franca.

Outras informações podem ser obtidas no telefone do Vitória, (19) 3451 6679, ou no blog da Cultura, www.culturalimeira.bliogspot.com.

*Fotos do espetáculo. Crédito: Divulgação.

Luane Tenório – Estagiária de Jornalismo
Departamento de Projetos Culturais
Prefeitura de Limeira/SP
Secretaria Municipal da Cultura




quarta-feira, 12 de setembro de 2012

Concerto em homenagem aos 186 anos de Limeira


Em comemoração aos 186 anos da cidade, a Orquestra Sinfônica de Limeira (Osli), presta sua homenagem através de um concerto diversificado que relembrará obras populares brasileiras e internacionais como, “Garota de Ipanema” e “Chega de Saudade”, de Vinícius de Moraes e Tom Jobim, “Memory”, “Don’t cry for me Argentina” (Reflexões Sinfônicas), de A. L.
Webber, Caravan, de Duke Ellington, entre outras.

O concerto será realizado dia 15 de setembro às 20h, no Paço Municipal Waldemar Mattos Silveira, Edifício Prada com entrada gratuita.

A realização é da Prefeitura Municipal de Limeira, por meio da Secretaria Municipal de Turismo e Eventos, Secretaria Municipal de Cultura e Sociedade Pró-Sinfônica de Limeira. A Orquestra Sinfônica de Limeira conta com patrocínio da CCR AutoBAn e Unimed Limeira, apoio institucional da Lei de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet) e apoio cultural de Limel Bagueteria, Floricultura Mercuri, Fotógrafo Paulo Pedron, AZ Design Independente, Musical Brasil Instrumentos, Virtú Produções Culturais e Artisticas, Foz do Brasil e Printness soluções.

Ana Paula Pires - Produção
Sociedade Pró Sinfônica de Limeira
(Orquestra Sinfônica de Limeira)

terça-feira, 11 de setembro de 2012

Teatro Vitória recebe o embaixador da Bossa Nova na França, Paulo Costa


Num clima romântico e intimista, o Teatro Vitória recebe o cantor, compositor,   violonista e arranjador Paulo Costa, que apresentará o show que acaba de estrear na Europa “Saveur de Bossa” (Sabor de Bossa), que conta com a  participação especial dos músicos, Felipe Avila, Maurio Iazzi, Ale Damaceno e Beba Zanettini. Em curta temporada no Brasil, o cantor se aprsenta na cidade na sexta-feira, 14 de setembro, às 20h. A atração, vem pela Secretaria do Estado da Cultura, através do Circuito Cultural Paulista, em parceria com a Prefeitura de Limeira, por meio da Secretaria da Cultura e a entrada é franca. 

O show, visto por mais de meio milhao de pessoas na europa, visitou mais de oito países e participou de eventos de excelência como Europalia, Bicentario das Américas na (Unesco) Maison de la Radio em Paris. Recém chegado do verão europeu, o artista abriu as festividades no Palais du Festivals em Cannes, para pelo menos dez mil pessoas, antes de circular em inúmeros teatros e festiavais entre os meses de junho e agosto no país do Louvre.

Paulo Costa, nomeado o mais novo embaixador da Bossa Nova na França, apresentará um show em homenagem à sua grande influência musical, João Gilberto, um dos criadores e mais representativo nomes da Bossa Nova. “Hoba La la”, a sua primeira canção imortalizada no livro de Marc Fisher, terá uma releitura na voz e violão de Paulo Costa, num clima acústico com piano, contra baixo, bateria e uma guitarra jazz.

Outras  releituras  de  João  Gilberto  e  Tom  Jobim  também  irão  compor o show,  bem  como   Trenzinho  do  Caipira  de  Villa  Lobos  e  composições com a poeta Mabel Velloso, irmã de Caetano e professora primária de Paulo Costa, com quem realiza um dos maiores projetos de poemas musicados da história do país.

Sobre o cantor
Paulo Costa é baiano de Itapetinga, mas iniciou  sua   carreira em São Paulo como musico, baterista e produtor realizando no início dos anos 70 o compacto “Contos de Fraldas”, de Tom Zé e “Teu coração bate, o meu apanha” de Thiago Araripe e Décio Pignatari, um dos grandes poetas do movimento da poesia concreta.

Em 1988, depois de muitos anos vivendo em São Paulo Paulo Costa retorna a  Salvador para inaugurar seu próprio estúdio de gravação, chamado “Tapwin" onde gravou  e colaborou com diversos projetos de artistas locais como, por exemplo, Daniela Mercury, Ivete Sangalo (Banda  Eva), Família Veloso no disco em homenagem a Sto. Amaro da  Purificação.


Realizou trilhas para novelas produzidas para o mercado internacional e ainda no seu estúdio produziu o único disco do músico jamaicano realizado no Brasil, Jimmy  Cliff.

No ano 2000 vai para ilha de Itaparica e se volta à literatura, elaborando novas canções e um novo projeto de viagem. Após esse período, Paulo Costa parte para  a Europa e inicia uma nova fase em sua carreira.

Em 2009 é convidado pelo governo brasileiro para encerrar o Ano da França em Salvador, onde encontra sua professora primaria e uma das mais importantes poetas do Brasil Mabel Velloso, e musicando um de seus poemas, cria um novo projeto em benefício da educação musical, da preservaçao dos ritimos brasileiros e revalorizaçao da poesia a quatro maos com Mabel, aprovado pelo Ministério da Cultura, e que continua sendo desenvolvido.

Também em  2011  iniciou  turnê  com o contrabaixista  de  jazz Jacques Vidal, com participação de Pierre Barouhe e sua filha Maia  Barouh,  cantando  a
versão  de  Samba  da  Benção. E neste ano, Costa está de volta ao Brasil, realizando sua turnê em São Paulo, trazendo um pouco do internacional com uma pitada de músicas francesas.

Os ingressos para o show serão distribuídos uma hora antes. Aclassificação indicativa é livre. Outras informações podem ser obtidas no telefone do Teatro, (19) 3451 6679.

*Fotos do cantor. Crédito: Divulgação.

Luane Tenório - Estagiária de Jornalismo
Departamento de Projetos Culturais
Prefeitura de Limeira /SP

Secretaria da Cultura
(19) 3451 0502










“Noite da Canção Brega” no Teatro Vitória


Brega, mas chique. Assim promete a “Noite da Canção Brega”, promovida pela Associação Cultural dos Artistas Técnicos de Limeira (Acarte), com o apoio da Prefeitura, por meio da Secretaria da Cultura, que acontece nesta quarta-feira, 12, às 20h no Teatro Vitória.


As bandas convidadas para participarem desta noite são; Banda Pela Donna, Kelly Monteiro, Mandika e Estrela do Oriente, homenageando, os cantores, Falcão, Tiririca, Gretchen, Erasmo Carlos, Reginaldo Rossi, Sidney Magal, Roberto Carlos, entre outros. Muita música e diversão são garantidos em mais uma edição das Canções À L’Acarte.

Os ingressos estão sendo vendidos na bilheteria do Teatro, a R$ 6 (inteira) e R$ 3 (meia ou com bônus da Acarte). A classificação indicativa é livre.

Outras informações podem ser obtidas no telefone do Teatro, (19) 3451 6679.

*Nota: Cartaz. Divulgação. 

Luane Tenório – Estagiária de Jornalismo
Departamento de Projetos Culturais
Prefeitura de Limeira/SP
Secretaria Municipal da Cultura



segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Sono. “Noite de sono reparador” é tema de palestra no Teatro Vitória

Amanhã, terça-feira, 11, às 19h30, no Teatro Vitória, acontece a palestra, com o psiquiatra e psicoterapeuta, Dr. Aníbal Olivian Filho, sobre o sono. “Noite de sono reparador”.
A entrada é franca.



*Crédito: Divulgação
                                       

quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Colégio Aprovado realiza mais uma edição do “Festeatro”


O Colégio Aprovado de Limeira, com o apoio da Prefeitura, por meio da Secretaria da Cultura, realiza neste sábado, 8, às 19h30, no Teatro Vitória, a segunda edição do “Festeatro”. Trata-se de um evento que mistura dança, teatro e música.

O “Festeatro” é realizado com alunos do ensino fundamental e médio do Colégio, que durante o ano ensaiam para então, apresentar as peças e coreografias ao público.

O evento é aberto e a classificação indicativa é livre. Os ingressos podem ser adquiridos na bilheteria do Teatro, custam R$ 12 (inteira) e R$ 6 (meia).

Outras informações podem ser obtidas no telefone do Vitória, (19) 3451 6679.

Departamento de Projetos Culturais
Secretaria da Cultura
Prefeitura de Limeira / SP
19 3451 0502

quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Espetáculo “Agda” será apresentado amanhã no Teatro Vitória




O Teatro Vitória recebe nesta, quinta-feira, 6, às 20h, o espetáculo “Agda”. A realização é da Secretaria de Estado da Cultura, através da Oficina Cultural Carlos Gomes, com o apoio da Prefeitura, por meio da Secretaria da Cultura. 

“Agda” é uma adaptação do conto homônimo de Hilda Hilst, sobre uma mulher que rompe tabus e provoca a ira da comunidade onde vive. Abordando questões como a finitude da vida e a aparente incompatibilidade entre os desejos do corpo e do espírito, a encenação usa elementos de teatro e dança, transitando entre a prosa e a poesia, em um delicado jogo de construção e desconstrução de imagens e personagens.

O espetáculo é co-realizado pela Boa Companhia, cujo currículo eclético compreende montagens de Shakespeare, Nelson Rodrigues, Beckett e Kafka, e pelo Grupo Matula Teatro, indicado ao prêmio da Cooperativa Paulista de Teatro de Melhor Elenco em 2010.  O espetáculo é dirigido por, Moacir Ferraz e traz no elenco Alice Possani, Melissa Lopes e Verônica Fabrini.

A entrada é franca, e os ingressos estão disponíveis na bilheteria do Teatro ou na sede da Oficina Cultural Carlos Gomes, que fica na rua, Senador, Vergueiro, 122, centro.

Serviço:
Espetáculo: “Agda”
Dia: Quinta-feira, 6, às 20h.
Classificação indicativa: 18 anos.
Local: Teatro Vitória
Entrada: Franca.

Outras informações o telefone do Vitória é: (19) 3451 6679, ou no blog, www.culturalimeira.blogspot.com.

*Nota: cartaz. Crédito: Divulgação.

Departamento de Projetos Culturais
Prefeitura de Limeira /SP
Secretaria da Cultura
(19) 3451 0502

segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Obra de Machado de Assis será encanada no Teatro Vitória


Com uma adaptação de Rick Von Dentz e uma montagem fiel, um dos mais consagrados romances da literatura brasileira “Dom Casmurro”, obra do renomeado escritor Machado de Assis, será encenado nesta terça-feira, 4, às 10h, com reapresentação às 20h, no Teatro Vitória.

Numa linha dinâmica e objetiva, o espetáculo enfoca com sutileza todos os conflitos da história de amor de Bentinho e Capitu, ocorrida no Rio de Janeiro no final do século XIX.


O espetáculo trata-se de uma análise profunda do ciúme. O protagonista Bentinho, que é também o narrador, informa ao leitor que Capitu o traía. Contudo só se conhece a sua versão, e o adultério da jovem fica pairando no ar, como mais uma dúvida que Assis nos deixa. Na verdade pouco importa se a traição existiu ou se foi imaginação de Bentinho, o importante, como dizem alguns estudiosos, é que a vida do herói se modifica profundamente após a convicção de ter sido traído.

No elenco estão Zeca Belini, Mateus Menezes, Augusto Valente, Gizele Comunello, Priscila Galan, e Rogério Oliveira, direção de Rick Von Dentz, produção geral, Iraci Bastista.

Os ingressos estão disponíveis na bilheteria do Teatro e custam R$ 24 (inteira) e R$ 12 (meia ou com bônus).  A realização é da Cia Realce Produções, com o apoio da Prefeitura, através da Secretaria da Cultura.

Mais informações podem ser obtidas no telefone do Vitória, (19) 3451 6679.

*Cartaz. Créditos: Divulgação.


Departamento de Projetos Culturais
Secretaria da Cultura
Prefeitura de Limeira / SP
19 3451 0502

Grupo de teatro da Secretaria da Cultura participa do Festival Internacional Estudantil de Teatro de Porto Alegre


Ousadia e coragem. Esses são os termos para definir os grandes talentos da Companhia Sarcástica de Teatro que participou do FITE - Festival Internacional de Teatro Estudantil de Porto Alegre, (RS). A apresentação ocorreu na terça-feira, 28 de agosto, no Teatro de Câmara Túlio Piva. A Mostra não é competitiva, mas contou com a banca analisadora, promovendo sempre um debate entre os atores e a plateia. O grupo apresentou o espetáculo “A Vida é Sonho”, e com simpatia agradaram os técnicos das artes cênica.


“A Vida é Sonho” já foi assistido por mais de mil pessoas. O grupo, que nasceu de uma oficina de teatro, promovida pela Prefeitura, através da Secretaria da Cultura, conta com 18 alunos, que foram acompanhados pelo professor de teatro da Cultura, e também diretor da peça, Daniel Martins e equipe da Secretaria.

O espetáculo foi elogiado e recebeu apontamentos importantes para a melhoria, o que motivou o diretor da peça. “Foi uma experiência singular para os alunos. Mostrar o próprio trabalho em uma cidade diferente e ainda receber um retorno da plateia é algo muito importante”, destacou Martins.

“A Vida é Sonho”, escrito pelo dramaturgo espanhol Calderón de La Barcaa, narra a história de Segismundo, filho do Rei Basílio. O nascimento do príncipe é acompanhado por uma terrível profecia, sonhada pela sua mãe, pouco antes de morrer no parto: o garoto será um verdadeiro monstro, responsável por grandes desgraças. Com medo de que o sonho se torne realidade, Rei Basílio tranca a criança no alto de uma torre, onde deveria permanecer a vida toda, longe do convívio com seres humanos. Desta forma cresce Segismundo, isolado da humanidade, até que, já na idade adulta, o Rei decide solta-lo.


O intérprete do Rei Basílio, Wesley Cedroni, comenta como foi participar do festival, “foi uma realização, estou muito feliz em ter participado, o festival nos proporcionou uma troca de experiências com outros atores e profissionais, além de conhecer outras culturas. Que possamos ter outras oportunidades como esta”, finalizou o Wesley.

Juliana Andrikonis, que interpreta Rosaura, na “A Vida é Sonho”, afirma que ter participado do festival de Porto Alegre lhe deu a chance de conhecer novos ares, “senti como se fosse a segunda estreia, estou muito feliz em ter participado do festival que nos proporcionou conhecer diferentes tipos de público”, comentou.


O elenco é formado por, Ana Cláudia Alves, Caroline Oliveira, Daniel Albertini, Eduardo Bassetti, Eduarda Nicoletto, Juan Zovico, Juliana Andrikonis, Murilo Sterzo, Marcella Georgini, Mayara Menconi, Priscyla Klepscke, Sabrina Quesada, Sofia Martines, Stefany Camila, Stella Bonk, Wesley Cedroni; objetos de cena são de Glauco Ferrinho; figurino, Rose Sthaler; edição de som, Amauri Bosco e Pedro Drago; cenografia, Rose Sather e José Claro; iluminação Valdemir Correia; operação de luz, Caroline Lieppert e projeto gráfico é assinado por Will Minetto. 


Outras informações podem ser obtidas no telefone da Cultura, (19) 3451 0502, ou no blog, www.culturalimeira.blogspot.com.

*Fotos da apresentação em Porto Alegre. Créditos: Divulgação.

Luane Tenório – Estagiária de Jornalismo
Departamento de Projetos Culturais
Prefeitura de Limeira /SP
Secretaria da Cultura
(19) 3451 0502