sexta-feira, 30 de julho de 2010

Mostra Municipal de Teatro estréia amanhã; entrada é gratuita


Fotos do grupo de teatro "Núcleo de Vivência Teatral." Créditos: Nelson Shiraga








Inicia-se neste sábado, dia 31 de julho, a Mostra Municipal de Teatro com a peça “O Cortiço”, do Grupo Cia de Rock. Até dia 08 de agosto, em seu encerramento, a Mostra apresentará nove espetáculos com entrada gratuita. A realização é da Prefeitura de Limeira por meio da Secretaria Municipal da Cultura, com apoio do Governo do Estado, Secretaria de Estado da Cultura e Oficina Cultural Regional “Carlos Gomes”.

Na manhã desta sexta, 30 de julho, uma coletiva foi realizada no Teatro Vitória, local aonde acontecerá a mostra; com o grupo de teatro “Núcleo de Vivência Teatral”, que realizará o encerramento do festival com a peça “A Hora e a Vez de Augusto Matraga”. O Núcleo é formado por crianças e adolescentes de 07 à 14 anos, sob a coordenação de Daniel Martins, formado em Artes Cênicas e Letras.

O espetáculo, que é uma adaptação da obra de Guimarães Rosa, já foi apresentado pelo elenco de 22 atores em 2009, no Festival Nacional de Teatro em Curitiba. Apesar disso, Daniel conta que a ansiedade ainda existe. “Encerrar a Mostra é uma responsabilidade grande, pois o público é seleto. Mesmo assim, estamos confiantes”, conta. O Núcleo é patrocinado pela Prefeitura de Iracemápolis, cidade de origem do grupo.

O idealizador da Mostra, vereador Farid Zaine, também esteve presente; além do diretor de Cultura Fábio José Ribeiro, que representou o secretário da Cultura Adalberto Mansur. Um júri definirá as premiações, que são de R$ 1.000,00 para o 1° lugar, R$700,00 para o 2º lugar e R$500,00 para o 3°lugar; além de troféus para as categorias de melhor direção, ator, atriz, cenografia, ator coadjuvante, iluminação, sonoplastia, trilha sonora, revelação e figurino. O 1° lugar também ganhará o direito de representar Limeira no Festival Nacional de Teatro de 2010.

Os espetáculos ocorrem no Teatro Vitória e são gratuitos, mas há a necessidade de retirada de ingressos. A programação completa das peças da Mostra encontra-se aqui no blog da cultura - http://culturalimeira.blogspot.com/2010/07/veja-programacao-de-agosto-da.html.

Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (19) 3451.6679 ou (19)3451.2675.

Confira o vídeo da peça "A Hora e a vez de Augusto Matraga", apresentada pelo Núcleo de Vivência Teatral:


quinta-feira, 29 de julho de 2010

Veja a programação de agosto da Secretaria da Cultura

Confira a programação de eventos da Secretaria Municipal da Cultura para o mês de agosto:

Música: CORPORAÇÃO MUSICAL HENRIQUE MARQUES
Domingo, dias 1°, 15 e 29 de Agosto às 10h30 – Praça Toledo Barros

Retretas sob a regência do Maestro Fernando Costa Barreto.
Classificação Indicativa: Livre.
Entrada Gratuita.


Teatro: “MOSTRA MUNICIPAL DE TEATRO 2010”
Sábado, 31 de Julho, até Domingo, 08 de Agosto  – Teatro Vitória

A Mostra Municipal de Teatro 2010 tem por objetivo promover o intercâmbio entre os grupos da cidade e o público, além de destacar e divulgar novos talentos, valorizar as artes cênicas, incentivar as manifestações culturais, e ainda eleger quem representará a cidade no Festival Nacional de Teatro de Limeira em 2010. A entrada para todos os dias de espetáculo será gratuita. Realização da Prefeitura de Limeira, por meio da Secretaria da Cultura, como apoio do Governo do Estado e da Secretaria de Estado da Cultura. Confira a programação do evento:

“O CORTIÇO” – GRUPO CIA D'ROCK
Sábado, dia 31 de Julho às 20h – Teatro Vitória

Um jovem homem ficou rico e tinha um desejo de construir um cortiço. Para conseguir alcançar o objetivo, fez de tudo. Após conseguir realizar seu sonho, muitas confusões acontecerão em seu cortiço. Baseado na obra de Aluísio de Azevedo.
Classificação Indicativa: 14 anos
Entrada Gratuita.


“YAGUARETÉA” - GRUPO CIA CIRCE
Domingo, dia 1° de Agosto às 20h – Teatro Vitória
O espetáculo fala sobre a solidão do ser humano, que mesmo rodeado por várias pessoas se sente só. Conta a história de uma mulher que constrói a sua volta um espaço próprio, um círculo cerimonial, um rito, que a protege e ao mesmo tempo, a encarcera.
Classificação Indicativa: 14 anos
Entrada Gratuita.


“DOROTÉIA” - GRUPO CIA DE TEATRO
Segunda-feira, dia 2 de Agosto às 20h – Teatro Vitória

O espetáculo passa ao público a complexidade da vida psíquica, desenvolvido em um cenário de uma casa que só tem salas. Nela vivem três viúvas beatas.
Classificação Indicativa: 12 anos
Entrada Gratuita.


“PLUFT, AINDA É UM FANTASMINHA!” - TEATRO PONTA DE AREIA
Terça-feira, dia 3 de Agosto às 14h30 – Teatro Vitória

Um fantasma criança que tem medo de crescer e medo dos seres humanos. O personagem Pluft traduz os medos infantis, principalmente o de algo desconhecido, que são nítidos nas vidas das crianças.
Classificação Indicativa: Livre
Entrada Gratuita.


“TRINCHEIRA CENTRAL” - CIA TEATRAL PROCÊNIO
Quarta-feira, dia 4 de Agosto às 20h – Teatro Vitória

A peça retrata a história de uma guerra. Os personagens desta história são bem parecidos, sendo pessoas simples e quase anti-heróis, presos nas mandíbulas da guerra. Um homem de um lado poderia muito bem ser encontrado do outro lado da trincheira.
Classificação Indicativa: 16 anos
Entrada Gratuita.


“PETER PAN” - NÚCLEO DE CULTURA (CEPROSOM)
Quinta-feira, dia 5 de Agosto às 14h30 – Teatro Vitória

Peter Pan é um jovem rapaz que vive em um lugar chamado “Terra do Nunca”. Ele se recusa a crescer e durante toda a vida passa por diversos tipos de aventuras mágicas.
Classificação Indicativa: Livre
Entrada Gratuita.


“MÃOS PÁLIDAS” - NÚCLEO CIA. DE TEATRO
Sexta-feira, dia 6 de Agosto às 20h – Teatro Vitória

A peça relata a história de uma família e um segredo entre mãe e sete filhas agourentas. A história passa ao público o “eu” do ser humano todo distorcido, numa trama que envolve amor, ódio, vingança e a vida nua e crua.
Classificação Indicativa: 16 anos
Entrada Gratuita.


“AMERÍNDIA” - GRUPO BORANDÁ
Sábado, dia 7 de Agosto às 20h – Teatro Vitória

A obra musical retrata através a diversidade cultural encontrada na América Latina, especificamente no Brasil. Nessa diversificação, encontram-se as nações indígenas, que são o cerne dessa pluralidade.
Classificação Indicativa: 12 anos
Entrada Gratuita.


“A HORA E A VEZ DE AUGUSTO MATRAGA” - NÚCLEO DE VIVÊNCIA TEATRAL
Domingo, dia 8 de Agosto às 20h – Teatro Vitória

A peça fala sobre um homem que busca construir na dor e também na alegria a sua vida. Augusto era uma pessoa muito rica, que tinha como propriedade muitos gados e gentes; porém sofreu uma virada em sua vida e acabou perdendo tudo o que tinha. Baseado em obra de Guimarães Rosa.
Classificação Indicativa: 9 anos
Entrada Gratuita.


Música: CORPORAÇÃO MUSICAL ARTHUR GIAMBELLI
Domingo, dias 08 e 22 de Agosto às 10h30 – Praça Toledo Barros

Retretas sob a regência de Leandro Pereira.
Classificação Indicativa: Livre.
Entrada Gratuita.


Música: “CANÇÕES À L’ACARTE – INTÉRPRETES DE ROBERTO CARLOS
Quarta-feira, dia 11 de Agosto às 20h – Teatro Vitória
Nesta edição o “Canções à L’Acarte” vai homenagear o rei Roberto Carlos. Quatro bandas realizarão as apresentações e cada uma terá o direito de executar cinco músicas. Realização da Associação Cultural dos Artistas e Técnicos de Limeira (Acarte), com apoio da Prefeitura de Limeira por meio da Secretaria da Cultura.
Entrada: R$ 6,00 (inteira) e R$ 3,00 (meia-entrada).
Classificação Indicativa: Livre.


Música: VI CONCERTO DA TEMPORADA 2010 - “MÚSICA POPULAR BRASILEIRA” – ORQUESTRA SINFÔNICA DE LIMEIRA
Quinta-feira, dia 12 de Agosto às 20h30 – Teatro Vitória
Sexta-feira, dia 13 de Agosto às 20h30 – Teatro Vitória
A 6° edição do concerto da Orquestra Sinfônica de Limeira terá como tema a “Música Popular Brasileira”. Nele, serão relembrados vários compositores históricos, com a participação da Banda Villa Jazz. Realização da Sociedade Pró-Sinfônica de Limeira, em parceira com a Prefeitura de Limeira por meio da Secretaria da Cultura.
Entrada: R$ 10,00 (inteira) R$ 5,00 (meia-entrada).
Classificação Indicativa: Livre.


Teatro Infantil: “O ESPANTALHO QUE QUERIA SER REI”
Quarta-feira, dia 18 de Agosto às 9h30 e às 14h – Teatro Vitória

A apresentação infantil conta a história de um espantalho sonhador. Cansado de estar na mesmice de sempre, ele resolve ir conhecer o mundo, e encontrará vários personagens do folclore brasileiro. Realização WZ Brasil Produções, em parceria com a Prefeitura de Limeira por meio da Secretaria da Cultura.
Entrada: R$ 10,00 (inteira) R$ 5,00 (meia-entrada)
Classificação Indicativa: Livre.


Evento: “DIA DO FOLCORE”
Sexta-feira, 20 de Agosto das 14h às 16h – Biblioteca Infantil “Prof.ª Cecília Quadros”

As Biblioteca Infantil “Prof.ª Cecília Quadros” estará realizando atividades musicais e de contação de história relativas ao folclocre brasileiro, em comemoração ao dia 22 de Agosto (Dia do Folclore). A Biblioteca fica na Rua Senador Vergueiro, nº 845, Centro – Limeira. Realização da Prefeitura de Limeira, por meio da Secretaria da Cultura.
Classificação Indicativa: Livre.
Entrada Gratuita.


Evento: “1ª MOSTRA DE HIP HOP DE LIMEIRA”
Domingo, 22 de Agosto das 13h às 19h – Centro de Atendimento Integrado à Criança (CAIC)
Show especial de hip-hop com Revolucionários, Família Quimera, Higaion, DJ’s MF de São Paulo, Nelson Triunfo, entre outros; além da presença de grafiteiros. A coordenação de palco ficará com Mc Rodrigo. Será exibido também o filme “O hip hop fazendo história”. O Centro de Atendimento Integrado à Criança (CAIC) fica na Avenida Vitório Bortolan, nº 1350, Parque Nossa Senhora das Dores (4ª Etapa). Realização da Prefeitura de Limeira por meio da Secretaria da Cultura.
Classificação Indicativa: Livre.
Entrada Gratuita.


Teatro Infantil: “LE CIRQUE MAGIQUE”
Domingo, dia 22 de Agosto às 16h – Teatro Vitória
O teatro infantil “Le Cirque Magique” apresentará um espetáculo de teatro que irá divertir crianças dos dois aos 82 anos. Nele, o mundo é uma magia e a fantasia do circo se torna palco para muitas histórias. Realização da Companhia dos Arlequins Teatro, com apoio da Prefeitura de Limeira por meio da Secretaria da Cultura.
Entrada: R$ 20,00 (inteira) R$ 10,00 (meia-entrada)
Classificação Indicativa: Livre.


Dança: “CONTOS E DANÇAS DO BRASIL”
Quinta-feira, dia 26 de Agosto às 20h – Teatro Vitória

O programa educativo “Contos e Danças do Brasil” aborda o conceito de identidade brasileira, presente na apresentação de danças populares, lendas e contos relacionados ao folclore brasileiro. Realização da "Limeira Companhia de Dança" em parceria com a Prefeitura de Limeira, por meio da Secretaria da Cultura.
Entrada: R$ 10,00 (inteira) R$ 5,00 (meia-entrada).
Classificação Indicativa: Livre.


Teatro Adulto: “ENCONTRO DE DOIS”
Sexta-feira, dia 27 de Agosto às 20h30 – Teatro Vitória

Um desejo de dialogar artisticamente, prontos e abertos a ouvir imagens e a aprender sons onde não há silêncio. Através da potencialização da Língua Brasileira de Sinais, apresenta-se o conhecimento de um mundo de imagens e movimentos, palavras desenhadas no espaço. Muito além do tema da deficiência, um espetáculo que aborda as diferenças, para que partindo delas se encontre o que é próprio e comum. Realização Quase 9 Teatro, em parceria com a Prefeitura de Limeira por meio da Secretaria da Cultura.
Entrada: R$ 10,00 (inteira), R$ 7,00 (Para Associados do Porto-Seguro), R$ 5,00 (meia-entrada).
Classificação Indicativa: Livre.


Música: “I CONCERTO DA BANDA MARCIAL DO CAMP LIMEIRA”
Sábado, dia 28 de Agosto às 20h30 – Teatro Vitória

A banda do Centro de Aprendizado Metódico e Prático de Limeira (CAMPL) apresentará seu 1° concerto, com um repertório dinâmico e variado que envolve a música erudita e popular. Realização do CAMPL, em parceria com a Prefeitura de Limeira por meio da Secretaria da Cultura.
Entrada: Doação de um brinquedo novo ou usado em bom estado.
Classificação Indicativa: Livre.


Música: “RUA DO SAMBA”
Domingo, dia 29 de Agosto às 15h30 – Parque Cidade

No palco do Parque Cidade, a banda Pagodeando canta sambas que marcaram a história da MPB, além de receber grupos convidados. Realização do grupo Pagodeando, com apoio da Prefeitura de Limeira por meio da Secretaria da Cultura.
Entrada gratuita.
Classificação Indicativa: Livre.


Programação sujeita a alterações.

*Os ingressos para os espetáculos são vendidos na Bilheteria do Teatro (Praça Toledo Barros, Centro – Limeira/SP). Horário de Funcionamento:
- Terça à sexta-feira das 13h às 18h;
- Sábados e Domingos das 13h às 17h, somente quando houver espetáculo;
- Em dias de espetáculo, a Bilheteria reabre após as 18h até o horário do evento, vendendo apenas ingressos para os espetáculos do dia.
Telefones: (19) 3451.6679 / (19) 3451.2675


**Possuem direito a pagar meia-entrada, mediante a apresentação dos documentos específicos:
- Estudantes;
- Idosos acima de 60 anos;
- Professores da Rede Municipal e Estadual de ensino;
- Deficientes físicos.


Thayla Ramos – Estagiária de Jornalismo
Prefeitura de Limeira/SP
Secretaria Municipal da Cultura
(19) 3451.0502
culturalimeira@yahoo.com.br
www.culturalimeira.blogspot.com
www.twitter.com/culturalimeira

Sorteio de livros e “Hora do Conto” agitam bibliotecas


Crianças participam do sorteio de livros


Atividades com colagem no projeto "Hora do Conto"


A Prefeitura de Limeira, a Secretaria da Cultura e as Bibliotecas Municipal “Prof. João de Sousa Ferraz” e Infantil “Prof.ª Cecília Quadros” realizaram nesta terça-feira, dia 27 de julho, o sorteio da promoção da “Banca da Troca de Livros”.

Além do sorteio, o projeto “Hora do Conto” foi realizado na Biblioteca Infantil, com cerca de 25 alunos do Centro Infantil “José Eduardo Voigt Sampaio”. Atividades musicais com a participação de funcionários da EPM (Escola Popular de Música), contação de história, brincadeiras e arte com colagem foram ministradas aos presentes.

Na oportunidade, crianças e professoras foram convidadas para realizar o sorteio, que foi coordenado por Lígia Consuelo Araújo, diretora das Bibliotecas. Numa parceria com a livraria Catedral, foram sorteados um exemplar de “A Breve Segunda Vida de Bree Tanner - uma História de Eclipse”, de Stephenie Meyer, da série Crepúsculo; “O Zahir”, de Paulo Coelho; “Recordações de Infância de Carlota Schmidt no Ibicaba”, de José Eduardo Heflinger Júnior, Paulo Masutti Levy e Rommel Siqueira Campos Cantalice; e “Literatura da Unicamp: resumos, análises das obras e quadros cronológicos”, de José Luiz Amzalak.

Rosiane Aparecida Barbosa, funcionária da Livraria Catedral, também esteve presente para participar. Já José Lupon levou a neta Marina Beatriz Fabri Fonseca, de 6 anos, para conhecer a Biblioteca Infantil, e a menina acabou participando com as demais crianças da “Hora do Conto” e auxiliando nos sorteios. A biblioteca entrará em contato com os ganhadores, cujos nomes são:

- Hermínia Barbosa - “Literatura da Unicamp: resumos, análises das obras e quadros cronológicos”, de José Luiz Amzalak.

- Vilma Aparecida Pereira da Silva - “O Zahir”, de Paulo Coelho.

- Maria Clara Buoro Silva - “A Breve Segunda Vida de Bree Tanner - uma História de Eclipse”, de Stephenie Meyer

- Maria Cecília Breda Cavinatto - “Recordações de Infância de Carlota Schmidt no Ibicaba”, de José Eduardo Heflinger Júnior, Paulo Masutti Levy e Rommel Siqueira Campos Cantalice.

terça-feira, 27 de julho de 2010

“Rua do Samba” é sucesso no Parque Cidade

Grupo Pagodeando e convidados

Casal de idosos dança ao som do samba


Cerca de 300 pessoas passaram pelo Parque Cidade neste domingo, 25 de julho, para prestigiar o projeto “Rua do Samba”. Em sua terceira edição, o evento contou com a participação do grupo “Tom Dominante” e dos “Amigos do Dito”, que juntos com a primeira formação do “Pagodeando” deram um show para um público de todas as idades. Os músicos executaram desde às 16h composições de Martinho da Vila, Jorge Aragão, Arlindo Cruz, Nelson Sargento, Zeca Pagodinho e do grupo Fundo de Quintal.

Galdino Clemente, diretor do Decadie (Departamento da Cultura Afro-descendente e da Integração Étnica), cita que o evento tem melhorado a cada edição, com um aumento de público e de qualidade. “Os grupos da cidade possuem técnica apurada e talento que garantem ao público um repertório da melhor qualidade”, afirma. Galdino ressalta também que o público conquistado pelo evento é diverso. “Há uma mistura de classes, estilos e idades”, diz ele.

Já Cleusa dos Santos, presidente do Comicin (Conselho Municipal dos Interesses do Cidadão Negro), convida todos os grupos de samba e pagode de Limeira para participarem do evento. “A proposta da secretaria da Cultura é promover a integração entre os grupos deste segmento na cidade”, explica. O projeto visa também contextualizar a música dentro de um panorama cultural do país. Em breve, elementos de dança e culinária serão agregados ao evento.

A entrada para a “Rua do Samba” é franca. A atração, que tem apoio da Prefeitura de Limeira por meio da Secretaria Municipal da Cultura, está sendo realizada no Parque Cidade no último domingo de todo mês. A Secretaria Municipal de Turismo e Eventos é parceira na proposta, cedendo o local – o palco do Museu da Jóia.

Cantora paulistana e Manoel Tchembo ganham “Canta Limeira”

Ruthe Glória, vencedora do 9º "Canta Limeira"
Premiação 1º Categoria Nacional - Ruthe Glória
Manoel Tchembo, 1º lugar na cateogria Limeira

Premiação 1º lugar Limeira - Manoel Tchembo


A cantora paulistana Ruthe Glória foi a vencedora do 9º Canta Limeira, na fase nacional. Entre os artistas de Limeira, Manoel Tchembo levou o prêmio principal. O resultado saiu na noite de domingo, 25 de julho, após a final do festival, realizada no Teatro Vitória.

O “9º Canta Limeira” abre espaço aos compositores e intérpretes da música popular brasileira de todos os gêneros, com tema livre, sendo realizado pela Prefeitura de Limeira, por meio da Secretaria da Cultura, com apoio do Centro de Professorado Paulista (CPP) – Regional de Limeira.

Estiveram presentes o prefeito Silvio Félix, o secretário da Cultura, Adalberto Mansur, o vereador e idealizador do projeto, Farid Zaine, e a presidente do CPP, Dora Arcaro. O secretário de Turismo e Eventos de Limeira, Marcos Camargo, e o vereador Ronei Costa Martins prestigiaram a final.
Na noite de domingo, os artistas classificados nas semifinais de sexta-feira e sábado subiram ao palco, mostrando uma disputa acirrada. Um show da cantora limeirense Raquel Pavanelli também agitou a platéia, que tomou grande parte das cadeiras do teatro.

“Estamos contentes em ter um festival com músicas de muita qualidade”, disse o prefeito Silvio Félix. Já Adalberto Mansur, que representou Silvio na entrega dos prêmios, destacou: “Os concorrentes de Limeira mostraram uma evolução. A produção cultural da cidade em nada fica devendo aos demais pólos do Brasil”. O festival recebeu quase 300 músicas inscritas, vindas de 10 estados brasileiros e do Distrito Federal.
Para Farid, as composições musicais limeirenses provaram a qualidade das produções da cidade e o público pôde assistir a um espetáculo de grandes feras da música popular brasileira que não possuem espaço na grande mídia. “É por isso que defendo a realização dos festivais, pois eles são a resistência da MPB. Nesse aspecto, Limeira é uma cidade privilegiada, pois é recordista na realização de festivais”. Farid é autor da Lei que institui o “Canta Limeira” no calendário de eventos do município, aprovada na Câmara e sancionada por Félix.

Confira a seguir os vencedores:

Categoria Nacional
5º Lugar

Nome da Música: Abrir Fronteiras
Autor da Letra: Cláudio Ribeiro
Autor da Música: Cláudio Ribeiro
Intérprete: Zé Renato
Cidade /Paraguaçu / MG

4º Lugar
Nome da Música: Vento Negro
Autor da Letra: Elton Ribeiro
Autor da Música: Daniel Sanches
Intérprete: Grupo Tarumã
Cidade / São Paulo / SP

3º Lugar
Nome da Música: Cipó de São João
Autor da Letra: Leandro Pfeifer
Autor da Música: Leandro Pfeifer e Domingos Giovani de Salvi Neto
Intérprete: Encantoria
Cidade / Limeira / SP

2º Lugar
Nome da Música: Teu céu mental
Autor da Letra: Michel Aranalde
Autor da Música: Manoel Tchembo
Intérprete: Manoel Tchembo
Cidade / Limeira / SP

1º Lugar
Nome da Música: Teia da vida
Autor da Letra: Ruthe Glória
Autor da Música: Ruthe Glória
Intérprete: Ruthe Glória
Cidade / São Paulo / SP

Categoria Limeira
3º Lugar – Limeira

Nome da Música: João Pacífico
Autor da Letra: Marcos Lima
Autor da Música: Robson Barboza
Intérprete: Banda Toc Percussivo
Cidade / UF: Limeira / SP

2º Lugar - Limeira
Nome da Música: Cipó de São João

Autor da Letra: Leandro Pfeifer
Autor da Música: Leandro Pfeifer e Domingos Giovani de Salvi Neto
Intérprete: Encantoria
Cidade / UF: Limeira / SP

1º Lugar – Limeira
Nome da Música: Teu céu mental

Autor da Letra: Michel Aranalde
Autor da Música: Manoel Tchembo
Intérprete: Manoel Tchembo
Cidade / UF: Limeira / SP

Consagração Popular
Nome da Música: Deixem me enganar

Autor da Letra: Cassiane Santos
Autor da Música: Amanda Lima
Intérprete: As Nastácia
Cidade / UF: Limeira / SP

Melhor Arranjo
Nome da Música: Vento Negro
Autor da Letra: Elton Ribeiro
Autor da Música: Daniel Sanches
Intérprete: Grupo Tarumã
Cidade / UF: São Paulo / SP

Melhor Letra
Nome da Música: Choro pra Santa Ifigênia

Autor da Letra: Alcides Neves
Autor da Música: Alcides Neves
Intérprete: Alcides Neves
Cidade / UF: Barueri / SP

Melhor intérprete
Nome da Música: Pé de eu te amo

Autor da Letra: Tavinho Limma
Autor da Música: Tavinho Limma
Intérprete: Tavinho Limma
Cidade / UF: Ilha Solteira / SP

sexta-feira, 23 de julho de 2010

Orquestra de Violeiros de Limeira participa de evento regional

A Orquestra de Violeiros de Limeira estará se apresentando no próximo domingo na cidade de Americana no projeto “Café Caipira”. O grupo, sob a direção do Prof. Domingos de Salvi, é resultado de um convênio da Sociedade Pró-Sinfônica com a Prefeitura de Limeira e Secretaria Municipal da Cultura. “A orquestra é fruto do curso de Viola Caipira oferecido pela Escola Livre de Musica (Sociedade Pró-Sinfônica) de Limeira. Com a criação do curso já existia a ideia de se formar uma orquestra de violeiros”, lembra Salvi.

O repertório da Orquestra, existente há cinco anos, conta com arranjos instrumentais de músicas caipiras, e já foi apresentado em vários eventos de Limeira e região. Serão executadas músicas de diversos nomes da viola instrumental como Gedeão da Viola, Bambico e Tião Carreiro, além de arranjos do grande violeiro João Paulo amaral, de Campinas.

Além da Orquestra de Violeiros, a Orquestra Barbarense de Violas e o Grupo Violado se apresentarão no evento, que ocorre neste domingo, 24 de julho. O Café Caipira acontece todo último domingo de cada mês em Americana. A entrada é franca.

“Rua do Samba” mostrará vários momentos da MPB

Quem prestigiar o projeto “Rua do Samba” neste domingo, 25 de julho, no Parque Cidade encontrará uma autêntica “viagem” deste ritmo da música popular brasileira. A partir das 16 horas, os músicos que passaram pela várias formações do grupo Pagodeando apresentarão os diversos momentos vividos por esse estilo de música ao longo das últimas décadas.

João Batista Anhtero, seu filho Adriano Antero, o músico Antony e outros componentes da formação tradicional do “Pagodeando”, além de convidados, irão executar um repertório vasto. A proposta é valorizar o samba raiz e trazer elementos da nova geração de sambistas.

A lista de compositores e intérpretes é de peso. Os músicos citam composições de Martinho da Vila, Jorge Aragão, Arlindo Cruz, Nelson Sargento, Zeca Pagodinho e o grupo Fundo de Quintal. Em maior ou menor intensidade, essas personalidades influenciaram ou ainda influenciam o samba.

João Batista Anthero ressalta que, além de resgatar o samba de raiz, o projeto tem como uma das intenções apresentar uma referência musical aos jovens, que em alguns casos desconhecem os passos iniciais desta trajetória eminentemente brasileira, mas que conquistou o mundo. Nem por isso há obstáculos na aceitação. “O projeto está se consolidando e conquistando público”, afirma Anthero.

A intenção do grupo é contextualizar a música dentro de um panorama cultural do país. Em breve, elementos de dança e culinária serão agregados ao evento. “Fortalecer o samba é a prioridade, mas já estudamos outros elementos que irão enriquecer a Rua do Samba”, afirma.

Antony está feliz com os resultados. “O samba de raiz, mesclado com elementos do samba atual, está conquistando o público jovem”, afirma. Ele próprio é fruto dessa união, pois tem 22 anos de idade.

Também em razão desse momento vivido pelo samba, a Prefeitura estuda novas possibilidades. “Temos conversado com os vários grupos de Limeira, no sentido de ouvi-los sobre como incentivar a música”, disse o secretário da Cultura de Limeira, Adalberto Mansur.

A entrada é franca para o projeto “Rua do Samba”, que tem apoio da Prefeitura de Limeira e Secretaria Municipal da Cultura. A Secretaria Municipal de Turismo e Eventos é parceira na proposta, cedendo o local – palco do Museu da Jóia. Além do samba, as pessoas podem visitar o museu.

Grupos da Cultura levam Limeira a outras cidades

Os grupos de canto, dança e música da Escola Municipal de Cultura e Artes (EMCEA), da Secretaria Municipal da Cultura, estão conquistando espaço na agenda cultural de Limeira e da região. No último final de semana, os grupos estiveram em duas apresentações, sendo bastante aplaudidos.

No domingo, 18 de julho, os alunos estiveram no evento “Férias no Parque”, organizado pela Prefeitura de Limeira no Parque Cidade. Eles se apresentaram no palco ao ar livre.

Na segunda-feira, dia 19, a EMCEA viajou a Cosmópolis, onde participou como convidado da 6ª edição da Semana Cultural de Inverno, organizada pela Secretaria de Cultura e Prefeitura de Cosmópolis. Cerca de 2 mil pessoas assistiram aos grupos.

O grupo de dança da EMCEA levou a coreografia que abriu uma das etapas do festival “Viola de Todos os Cantos”, da EPTV, dentre outras montagens. Já o Coral Municipal Afro Thulany apresentou parte do espetáculo que viajará a Belo Horizonte, para integrar pela segunda vez a programação do Festival Internacional da Canção.

O secretário de Cultura de Cosmópolis, Antonio Sérgio dos Santos, o Moita, se mostra satisfeito com o resultado do evento e com a colaboração da EMCEA. “Nossa preocupação era conseguir atender os mais diversos gostos musicais e preferências artísticas. Nesse sentido, os alunos contribuíram de Limeira não somente com a presença, mas com um espetáculo de alta qualidade”, afirma.

Diretor da EMCEA, Juraci Soares Requena declara que as apresentações são realizadas em vários locais. “Já estivemos em escolas, festas e eventos culturais. Os grupos se aprimoram dentro de uma proposta que levamos aos professores e pais de alunos, de que tenhamos um produto para apresentar à comunidade”, diz Juraci.

Para o secretário da Cultura de Limeira, Adalberto Mansur, os convites mostram que as escolas municipais “têm espaço para trabalhos elaborados”. Além da EMCEA, apresentações das escolas Livre (ELM) e Popular de Música (EPM) ganharam elogios.

Mansur destaca que, seguindo a prática incentivada pelo prefeito Silvio Félix, melhorias estão sendo implementadas. Uma delas é o restauro do prédio do Centro Cultural, onde funciona a EMCEA. “Também adotamos ações de planejamento durante as aulas. A idéia foi entendida pelos colaboradores da secretaria, alunos e familiares. O resultado está sendo reconhecido em várias cidades, o que enaltece o nome de Limeira”, afirma.

quarta-feira, 21 de julho de 2010

Homenagem a Elvis Presley no Teatro Vitória

O palco do Teatro Vitória vai receber nesta quinta-feira, dia 22 de julho, às 21h o espetáculo musical “Elvis: Tonight Concert".
Com turnê por diversas cidades de São Paulo, Minas Gerais, Santa Catarina e Paraná, Adam Presley & Elvisback Big Band irão trazer um show vibrante aos fãs do cantor. A apresentação é uma releitura fiel dos shows do Rei do Rock nos anos 70, quando ele reinava absoluto em Las Vegas e no mundo.
A apresentação tem duração de uma hora e meia e conta com o apoio da Prefeitura de Limeira, por meio da Secretaria da Cultura. A classificação etária é de 14 anos, já os ingressos estão sendo vendidos por R$ 30,00 (inteira) e R$ 15,00 (meia-entrada). Outras informações podem ser obtidas pelos telefones (19) 3451.6679 e (19)3451-2675.

“Canta Limeira” define ordem de apresentações; júri será composto por talentos limeirenses

Os músicos classificados na categoria municipal do festival nacional de MPB “Canta Limeira” tiveram um primeiro encontro no início da noite desta terça-feira, 20 de julho, no Teatro Vitória – local onde os artistas disputarão os prêmios oferecidos pela organização do evento.

Durante a reunião, aconteceu o sorteio da ordem das apresentações (veja abaixo). Além dos participantes, estiveram presentes Fábio Ribeiro da Silva e Valéria Espinhara, da Secretaria da Cultura, e o vereador professor José Farid Zaine, idealizador do projeto. “Canta Limeira” ocorre nos dias 23 e 24 (semifinais), às 20h, e 25 de julho (final), às 19h, com entrada franca. 

Farid relembrou a história do festival e afirmou que Limeira tem um recorde positivo quanto à realização de eventos do gênero, como o Musical Ecológico de Limeira (MEL), festiAFRO, Violimeira e Viola de Todos os Cantos. “O legal dos nossos festivais é que aqui as estrelas são os músicos”, disse.

Em cada uma das semifinais serão apresentadas 16 canções (10 de todo o Brasil e seis de Limeira). Serão classificadas cinco de todo o Brasil e três de Limeira para serem reapresentadas na final.


Shows

Para incentivar a política de abertura de espaço a artistas da cidade, a Secretaria da Cultura convidou três limeirenses para realizarem shows especiais nas noites do “Canta”.

A primeira semifinal terá toda a irreverência do jovem cantor e compositor Elton Fontanin. Logo no dia 24, Juliana Guerrero Garcia promete um repertório impecável aos amantes da MPB e, para a final, Raquel Pavanelli defende a música através de sua inconfundível voz. Ambos os convidados já participaram como concorrentes do festival e também comporão o corpo de jurados que trará apenas talentos limeirenses.

Além deles, integram o júri a cantora Hilda Costa, o compositor do grupo Avena, Joaquim Prado, a violoncelista e produtora da Orquestra Sinfônica, Fernanda Moreira, e o regente da Corporação Musical Henrique Marques, Fernando Barreto.

“Canta Limeira” é realizado pela Prefeitura, através da Secretaria da Cultura, e Centro do Professorado Paulista (CPP). Outras informações podem ser obtidas nos telefones do Teatro Vitória, (19) 3451 2675 e 3451 6679.


Ordem de Apresentações

1ª Semifinal – 23/07
Show com Elton Fontanin


1) Nacontramão – Somos Livre – Limeira / SP
2) Rua das cores – Auto da Flor Maria – Limeira / SP
3) Taís Reganelli e Diego Moraes – Uma flor – Campinas / SP
4) João Leopoldo – É fácil ser difícil – Sorocaba / SP
5) Sandro Dornelles – Malabares com farinha – Rio de Janeiro / RJ
6) Banda Elas e eu – Roda gigante – São Bernardo do Campo / SP
7) Paulinho Campos – Drama ou comédia – Rio de Janeiro / RJ
8) Os Benês – Elixir – Limeira / SP
9) Nuno Moraes – Por um pouco de ti – Limeira / SP
10) Kico Zamarian – Inteiro – Mococa / SP
11) Zé Renato – Abrir fronteiras – Paraguaçu / MG
12) Claudia Romano – Acordar – São Paulo / SP
13) Mongol – Loucos, loucos e loucos – Rio de Janeiro / RJ
14) Tavinho Limma – Pé de eu te amo – Ilha Solteira / SP
15) Ângelo Morbidelli – Amar o seu amor – Limeira / SP
16) Manoel Tchembo – Teu céu mental – Limeira / SP


Ordem de Apresentações
2ª Semifinal – 24/07
Show com Juliana Guerrero Garcia



1) Encantoria – Cipó de São João – Limeira / SP
2) Érika e banda – Menino da periferia – Limeira / SP
3) Wellisdarlem – Estradas e esquinas – Belo Horizonte / MG
4) Sander – Samba de despedida – Bonfim Paulista / SP
5) Clarisse Grova e Irineia Maria Ribeiro – Ainda brilha a constelação – Rio de Janeiro / RJ
6) Ritinha Carvalho – Guaiana – São Paulo / SP
7) Grupo Tarumã – Vento negro – São Paulo / SP
8) Quarteto Laetare – Asas da paz – Limeira / SP
9) As Nastácia – Deixem me enganar – Limeira / SP
10) Duo Teleu & Sanvita – Dedo de prosa – São Paulo / SP
11)Márcio Coelho e Ana Favaretto – Jóia – Bonfim Paulista / SP
12) Ruthe Glória – Teia da vida – São Paulo / SP 
13) Alcides Neves – Choro pra Santa Ifigênia – Barueri / SP 
14) João Peceguini – Ave noturna – Curitiba / PR 
15) Banda Toc Percussivo – João Pacífico – Limeira / SP 
16) VanRiwerson – O centro da Terra – Limeira / SP

Ordem de Apresentações *

Grande final – 25/05

Show com Raquel Pavanelli

* Finalistas serão apresentados após as apresentações das semifinais.

segunda-feira, 19 de julho de 2010

"Férias no Parque" vira atração para família






O Parque Cidade, em Limeira, virou espaço para a diversão da família. Neste domingo, dia 18 de julho, a novidade ficou por conta de uma série de atrações que geraram mais de 10 horas de cultura, diversão e conhecimento. Foi a estréia do projeto “Férias no Parque”, desenvolvido pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal da Cultura.

O secretário da Cultura, Adalberto Mansur, apresentou os resultados de um evento que reuniu manifestações para várias faixas etárias. “Os jovens se divertiram com capoeira e dança de salão. A criança brincou nas oficinas, na contação de história e na dança. Já os adultos e idosos aprovaram as corporações musicais e a orquestra de violeiros”, disse Mansur.

A proposta surgiu da ampliação do projeto “Banca de Troca de Livros e Gibis”, desenvolvida pelas bibliotecas municipais. Novos elementos foram incorporados. “Queremos ocupar espaços públicos com lazer e cultura”, afirmou Mansur.

Lígia Consuelo Araújo, da equipe organizadora do evento, destacou a aprovação a partir dos comentários das pessoas presentes. “Muitos perguntaram se será todo domingo. Agora avaliaremos a melhor forma de realizar o evento”, afirmou.

As demais secretarias municipais, Ceprosom (Centro de Promoção Social Municipal), Sociedade Pró-Sinfônica de Limeira, empresa Foz do Brasil, Athenas Estúdio de Dança, Sociedade Esportiva Gran São João, Abadá Capoeira e Movimento e Vida Núcleo apoiaram a iniciativa. Somente entre artistas e oficineiros, foram mais de 300 pessoas envolvidas.

“Foi muito bom se apresentar no Parque Cidade. É uma motivação para nosso trabalho”, afirmou Fernando Almeida, do Athenas Estúdio de Dança, que ministrou a oficina de dança de salão. Os eventos se relacionaram, visto que, no caso dessa atividade, parte dos casais não se conteve com o final da aula e permaneceu dançando enquanto a corporação Henrique Marques apresentava sambas.

As bandas deram um show. A Artur Giambelli por exemplo, abriu o evento pela manhã e juntou músicas típicas de bandas de coreto com sucessos do mundo pop, como canções de Tim Maia. 
Jonathas Beduschi, que ministra oficinas de origami no clube Gran São João, também aprovou. Após ministrar a oficina pela manhã, Beduschi retornou à tarde para acompanhar outras atrações. Domingos de Salvi Júnior, da Orquestra de Violeiros, aponta a conjugação de fatores como primordial para o evento. “Muita gente que caminhava parou para assistir à nossa apresentação. O público respondeu de forma positiva”, disse.

O contra-mestre Paçoca, da Capoeira Iuna, também ficou contente. Seu grupo esteve no final da tarde no evento. “Muita gente parou para ver nossa movimentação. Fizemos a difusão da capoeira, que é um dos nossos objetivos”, contou.

Foram ocupados quatro espaços, com atrações culturais e esportivas. Quem visitava o Museu da Jóia, por exemplo, teve acesso à música, canto, dança e fotografias. No gramado, houve aula de Tai Chi Chuan, de dança circular, kung fu, vôlei e futebol.

No “Espaço Saber”, aconteceram oficinas, contação de história, jogos de salão e espaço para troca de livros e gibis, além de livros e jornais disponíveis. Algumas pessoas retiraram livros e foram ler em meio às árvores, fazendo posteriormente a devolução do exemplar. O movimento foi tão grande que as bibliotecas decidiram adiar o sorteio de sua promoção, que dará quatro livros aos usuários.

quinta-feira, 15 de julho de 2010

“Feira de Literatura Afro” acontece no Teatro Vitória dias 16 e 17 de Julho


A Secretaria da Cultura, através do Decadie (Departamento de Cultura Afro Descendente e da Integração Étnica) organizará nesta sexta, 16 de julho, e no sábado, 17, uma exposição de livros com temática afro, trazendo escritores de Limeira e região. O evento contará com a presença de atores, pensadores, declamadores e ainda de uma cantora angolana.

Uma coletiva realizada nesta terça, dia 13 no Palacete Levy trouxe mais informações sobre o evento, e contou com a presença do secretário da Cultura Adalberto Mansur, do diretor do Decadie Galdino Clemente e da Profa. Dra. Simone Portela, presidente da Academia Limeirense de Letras. Galdino Clemente explicou que o seu departamento tem como objetivos promover a cultura afro, além de apoiar as iniciativas desta etnia no campo da cultura e das artes. “É uma tarefa difícil, pois não podemos deixar de reparar que milhares de autores negros são praticamente invisíveis no cenário mercadológico nacional”, diz ele.

Neste sentido, a Feira de Literatura Afro que será realizada neste fim de semana visa divulgar novos talentos e obras de autores afro-descendentes, colocando-as à disposição do público leitor. “A literatura negra se condensa em várias outras literaturas. Seja pelo estilo, seja pela linguagem expressiva e refletora de sentimentos, que estão encarnados na saga e na diáspora do povo negro no mundo”, explica Galdino.

Já o secretário da Cultura Adalberto Mansur tem enfatizado a necessidade e a importância de divulgar a cultura afro como uma das marcas da secretaria da Cultura e de sua atuação na comunidade. “A realização desta feira acontece num momento importante, em que se aproxima a preparação para os eventos que envolvem a comunidade negra neste ano”, diz. O secretário convida também aos jovens para conhecerem a Feira. “o evento unirá não só a cultura afro, mas várias etnias, contando assim um pouco da história do Brasil”, explica.

A Academia Limeirense de Letras também apoia a inciativa. “A Feira de Literatura Afro fará com que a comunidade tenha contato com a leitura, e mostrará a diversidade de comunidades no país e de suas linguagens”, afirma Simone Portela, presidente da Academia. A entrada para o evento será franca. Outras informações podem ser obtidas na Secretaria da Cultura, pelo telefone (19)3451.0502. Confira a programação de atividades do evento:

16/07 - SEXTA FEIRA
9h - ABERTURA -
Apresentação do Hino Nacional e Hino da África do Sul, presença de autoridades.
10h - MESA COM ESCRITORES
12h - ALMOÇO
14h - APRESENTAÇÃO COM DANIEL KAUÊ (ACÚSTICO)
14h30 - ESPAÇO ABERTO PARA CONTADORES DE HISTÓRIAS
18h - ENCERRAMENTO

DIA 17/07 SÁBADO

9h – ABERTURA – Apresentação de roda de capoeira.
10h - MESA COM ESCRITORES
12h - ALMOÇO
14h - ESPAÇO ABERTO PARA VISITAÇÃO
19h – APRESENTAÇÃO DO “CORAL MUNICIPAL AFRO THULANY”
20h - ENCERRAMENTO COM A PEÇA “ADRIANA MATER”

Recordações históricas ganham espaço no Teatro Vitória

Neste início de fim de semana o Teatro Vitória vai receber mais duas apresentações musicais. Após o sucesso do projeto “Canções a “L´ACARTE”, que já alcançou a sua 4ª edição, agora será a vez da “Memoráveis e Tocantes” e “ Tributo a Roberto Carlos”.

O primeiro dia 15 de julho, quinta-feira às 20h tem realização da Escola Musique e contará com a presença dos pianistas Evandro e Elisa. O público terá a oportunidade de apreciar as mais diversas obras e clássicos que ficaram marcados na memória e deixaram saudades na população.

Dando continuidade, na sexta-feira, dia 16 de julho, às 19h30, os alunos do NPStudio prepararam uma grande homenagem ao Rei, onde será apresentado um seleto repertório do cantor, desde a jovem guarda até os dias atuais.

Os espetáculos contam com o apoio da Prefeitura, através da Secretaria da Cultura. Em ambos os ingressos estão sendo vendidos por R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia-entrada). Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (19) 3451.6679.

segunda-feira, 12 de julho de 2010

Limeirense aprova banca de troca de livros



Caiu no gosto da população a “Banca de Troca de Livros e Gibis”, organizada pela Prefeitura de Limeira, Secretaria Municipal da Cultura e Bibliotecas Municipal “Prof. João de Sousa Ferraz” e Infantil “Cecília Quadros”. A primeira iniciativa ocorreu na manhã deste domingo, 11 de julho, na Praça Toledo Barros, dentro da programação do evento “Domingo de Relíquias”.

A proposta é que as pessoas possam trocar gratuitamente livros e gibis. A ação estimula a prática da leitura, amplia o acesso ao livro e proporciona intercâmbio de leitores. A iniciativa contou com apoio da Secretaria de Turismo e Eventos.

O projeto, que é itinerante, começa incluindo uma promoção. Livros serão sorteados, numa parceria com a livraria Catedral.

A primeira edição da banca reuniu aproximadamente 300 leitores entre 9 e 13h. Alguns passaram somente para conhecer os procedimentos ou participar da promoção.

Outros, como o estudante Bruno Amaral Santos, de 15 anos, fizeram trocas. Morador do Parque Egisto Ragazzo, Bruno saiu com 13 livros. “Para pessoas que gostam de ler, como eu, é uma excelente iniciativa”, avaliou o estudante, que utilizará principalmente as publicações literárias indicadas para os vestibulares.

Presente à banca, o secretário da Cultura, Adalberto Mansur, aprovou os resultados. “A cultura precisa inovar. Estamos em meio a um evento automobilístico, mas que tem espaço para o incentivo à leitura”, afirmou. O secretário citou também a apresentação, no mesmo horário e local, da banda Artur Giambelli, dentro de outro projeto desenvolvido por sua pasta.

A proposta da banca surgiu durante o evento “Cidade da Leitura”, realizado em 2009 no Parque Cidade. O prefeito Silvio Félix, que é autor de livros, sugeriu a iniciativa. “A população gostou e pediu que continuássemos com a troca”, disse Mansur. A ação se repetirá no projeto “Férias no Parque”, que será realizada no dia 18 de julho, no Parque Cidade, das 9h às 17h.

Lígia Consuelo Araújo, coordenadora das bibliotecas, explicou que livros didáticos, apostilas, jornais, revistas, cópias reprográficas e encadernações não constam dos itens que podem ser trocados, bem como livros amassados ou rasgados.

Pela regra, um livro poderá ser trocado por outro, ou um gibi por outro. Já com três gibis, por exemplo, a pessoa pode escolher um livro. Duas publicações infantis dão direito a um livro. Ainda serão aceitas doações para o acervo da banca ou das bibliotecas. “Os leitores gostaram da banca”, avaliou Lígia. Foram trocados 150 exemplares.

A banca também distribuiu os primeiros cupons para a promoção das bibliotecas. Haverá o sorteio de um exemplar de “A Breve Segunda Vida de Bree Tanner, uma História de Eclipse”, obra da série “Crepúsculo”, da autora Stephenie Meyer. Serão sorteados também um exemplar de “O Zahir”, de Paulo Coelho; um de “Recordações de Infância de Carlota Schmidit no Ibicaba”, de José Eduardo Heflinger Júnior, o Toco, Paulo Masutti Levy e Rommel Siqueira Campos Cantalice; e um de “Literatura da Unicamp”, de José Luiz Amzalak.

Para participar do sorteio, as pessoas deverão comparecer na banca dia 18, no Parque Cidade, e preencher um cupom com dados pessoais, além de responder a pergunta sobre o endereço atual das bibliotecas Municipal e Infantil.

O sorteio entre os acertadores da pergunta será realizado no final da tarde do dia 18, durante o “Férias no Parque”, no Parque Cidade. Informações também podem ser obtidas pelo telefone (19) 3442.6539.

quinta-feira, 8 de julho de 2010

Cultura divulga classificadas para o 9º Canta Limeira

A Prefeitura de Limeira, através da Secretaria da Cultura, divulga nesta quinta-feira, 8 de julho, as 32 músicas classificadas para o 9° “Canta Limeira”. Foram 298 composições vindas de 10 estados brasileiros, além do Distrito Federal.

As semifinais ocorrem nos dias 23 e 24 de julho, e a final será no dia 25 de julho, no Teatro Vitória, com premiação de cerca de R$ 14 mil nas categorias nacional e de Limeira. Serão premiadas melhor letra, composição e arranjo. A ordem das apresentações será decidida através de sorteio. Confira a lista das classificadas:

Categoria Limeira

Marcos Lima – João Pacífico
Silvanei Bonfim – Asas da Paz
Ângelo Morbidelli – Amar o seu amor
Cassiane Aparecida de Lima Santos – Deixem me enganar
João Geraldo Lopes Gonçalves – Menino da periferia
José de Assis Moraes Júnior – Por um pouco de ti
Van Riwerson – O centro da Terra
Julio Antonio Zannini Neto – Somos Livres
Manoel Tchembo – Teu céu mental
Leandro Pfeifer – Cipó de São João
Emanuel Massaro – Elixir
Flávio Jacon Vasconcelos – Auto da Flor – Maria

Categoria Nacional

Taís Reganelli – Uma Flor – Campinas (SP)
João Leopoldo – É fácil ser difícil - Sorocaba (SP)
Sandro Dornelles – Malabares com farinha – Rio de Janeiro (RJ)
Rita Marques – Roda Gigante – São Bernardo do Campo (SP)
Paulinho Campos – Drama ou Comédia – RJ
Kiko Zamarian – Inteiro – Mococa (SP)
Márcio Coelho – Jóia – Bonfim Paulista (SP)
Cláudia Amorim – Acordar – São Paulo (SP)
Mongol – Loucos, loucos e loucos – Rio de Janeiro (RJ)
Teleu e Sanvita – Dedo de prosa – São Paulo (SP)
Wellisdarlem – Estradas e esquinas – Belo Horizonte (MG)
Shejjerson Ferreira – Samba da Despedida – Bonfim Paulista (SP)
Irineia Maria – Ainda brilha a constelação – Rio de Janeiro (RJ)
Rita Carvalho – Guaiana – São Paulo (SP)
Carlos Moreno – Vento Negro – São Paulo (SP)
Tavinho Limma – Pé de eu te amo – Ilha Solteira (SP)
Zé Renato – Abrir Fronteiras – Paraguaçu (MG)
Ruthe Glória – Teia da Vida – São Paulo (SP)
Alcides Neves – Choro pra Santa Ifigênia – São Paulo (SP)
João Peceguini – Ave Noturna – Curitiba (PR)


Thayla Ramos – Estagiária de Jornalismo
Prefeitura de Limeira
Secretaria Municipal da Cultura
(19)3451.0502
culturalimeira@yahoo.com.br
www.culturalimeira.blogspot.com
www.twitter.com/culturalimeira

Banca de troca de livros começa e faz sorteio

Livros que serão sorteados neste domingo na "Banca de Troca de Livros e Gibis"

A Secretaria da Cultura de Limeira, por meio das Bibliotecas Municipal “Prof. João de Sousa Ferraz” e Infantil “Cecília Quadros”, iniciará o projeto “Banca da Troca de Livros”. A proposta é que as pessoas possam trocar livros e gibis de forma gratuita, estimulando a prática da leitura, democratizando o acesso ao livro e proporcionando intercâmbio e encontro de leitores.

Para isso, uma promoção será realizada pelas bibliotecas. Livros serão sorteados, numa parceria com a livraria Catedral.

A primeira edição da banca, que é itinerante, será realizada neste domingo, 11 de julho, das 9 às 13h. A banca funcionará na Praça Toledo Barros, dentro do evento “Domingo de Relíquias”, da Secretaria de Turismo e Eventos. A banca também estará no projeto “Férias no Parque”, que será realizada pela Secretaria da Cultura no dia 18 de julho, no Parque Cidade, das 9h às 17h.

Lígia Consuelo Araújo, coordenadora das bibliotecas, explicou que a banca não receberá livros didáticos, apostilas, jornais, revistas, cópias reprográficas e encadernações em espiral. Exemplares ilegíveis, rasurados, sem capa, rasgados, amassados ou sujos também não serão aceitos.

Pela regra, um livro poderá ser trocado por outro. Porém, pode envolver diferentes produtos. “Com três gibis, por exemplo, a pessoa pode escolher um livro”, disse Lígia. Duas publicações infantis dão direito a um livro. Ainda serão aceitas doações para o acervo da banca ou das bibliotecas.

Para motivar os leitores, será feita uma promoção com quatro prêmios. Haverá o sorteio de um exemplar de “A Breve Segunda Vida de Bree Tanner, uma História de Eclipse”. O livro de Stephenie Meyer consta há várias semanas na lista dos mais vendidos. Outro sorteado ganhará um exemplar de “O Zahir”, de Paulo Coelho. Um terceiro sorteado levará um exemplar de “Recordações de Infância de Carlota Schmidit no Ibicaba”, organizado por José Eduardo Heflinger Júnior, o Toco, e por Paulo Masutti Levy e Rommel Siqueira Campos Cantalice. O outro é “Literatura da Unicamp: resumos, análises das obras e quadros cronológicos”, de José Luiz Amzalak.

Para participar do sorteio, as pessoas deverão comparecer na banca do dia 11, na Praça Toledo Barros, ou no dia 18, no Parque Cidade, e preencher um cupom com dados pessoais, além de responder a pergunta: “qual o endereço atual das bibliotecas Municipal e Infantil?”. Se a pessoa participar da banca de troca de livros ou for possuidora de cartão das bibliotecas, terá direito a dois cupons, de forma não-cumulativa.

O sorteio entre os acertadores da resposta será realizado no dia 18 de julho, no final da tarde, na banca montada durante o “Férias no Parque”, no Parque Cidade.

Secretário da Cultura, Adalberto Mansur informou que a iniciativa segue a proposta do evento “Cidade da Leitura”, realizado em 2009 pela prefeitura no Parque Cidade, a partir de uma idéia do prefeito Silvio Félix, que é autor de dois livros. A proposta inclui a construção de uma biblioteca de grande porte no mesmo parque. “São formas de incentivo à leitura e à cultura”, disse Mansur.

“Férias na Biblioteca” atrai escolas e visitantes

Robson Barboza toca e canta músicas infnatis, acompanhado das crianças

Música, contação de histórias, origami, pinturas, brincadeiras e muita diversão. Foi assim que a Secretaria da Cultura, através da Biblioteca Infantil Profª Cecília Quadros, retomou nesta quarta, 7 de julho, o projeto “Férias na Biblioteca”. Em novo formato, as atividades conquistaram a atenção da garotada, que soltaram a voz e a criatividade ao som do violão. O evento foi aberto ao público, e atraiu escolas e visitantes “mirins”.

A novidade desta edição foi a participação do músico Robson Barboza da banda “Toc Percussivo” e funcionário da Secretaria da Cultura.. “Escravos de Jó”, “Alecrim”, “Aquarela” de Toquinho, e “O Pato” de Vinícius de Morais foram algumas das canções tocadas pelo violonista, que trabalha na área há 17 anos. Apesar de já ter trabalhado com um repertório de músicas folclóricas para crianças, Robson conta que a experiência é sempre inovadora. “A troca de energia com crianças é sempre muito boa, e só traz benefícios. É gratificante poder levar mais cultura a este público”, explica ele.

Fernanda Rodrigues Silva, professora da escola “Mamãe Coruja”, acompanhou 12 alunos do pré e maternal durante o evento. Fernanda conta que a escola que participar do projeto com o intuito de realizar passeios e atividades diferentes com os alunos durante as férias. “Além de serem divertidas, as atividades do Férias na Biblioteca ajudam a desenvolver melhor a coordenação motora e a leitura. É um aprendizado que eles levarão para toda a vida”, diz. O aluno Gustavo Portela, 5 anos, também aprovou. “Gostei muito dos brinquedos e das músicas”, conta o garoto.

Além das escolas, visitantes participaram do evento. Adriana Bucci trouxe as filhas Clara, 5 anos, e Luiza, de 8 anos pela primeira vez na Biblioteca Infantil. “O contato com a leitura é essencial, e irá ajudá-las a melhorar o rendimento escolar”, afirma Adriana. Já Imê Brandão Oliveira Batista levou os netos Victor, 5, e Letícia, 6 anos. “Os pais deles e eu incentivamos a leitura no dia-a-dia”, explica Imê. Também é a primeira vez que Victor e Letícia vão à Biblioteca Municipal.

Funcionárias da Biblioteca também ficaram satisfeitas. Para a estagiária de pedagogia Camila Turquetti, que participou do “Férias na Biblioteca” pela primeira vez, os resultados foram positivos. “O projeto foi bem elaborado, e este contato com as crianças é sempre muito gostoso”, conta ela.

As próximas edições do “Férias na Biblioteca” acontecerão da segunda, 26 de Julho, até sexta-feira, 30 de Julho das 14h30 às 16h. O evento é aberto ao público, e as crianças deverão estar acompanhadas por um responsável. Já as escolas que tiverem interesse em trazer seus alunos, deverão agendar sua visita pelo telefone (19)3442- 6539. A Biblioteca Infantil fica na Rua Senador Vergueiro, 843, Centro – Limeira/SP. Realização da Prefeitura de Limeira através da Secretaria da Cultura.


Animação com a "Dança das cadeiras" ao som do violão

Crianças colorem gravuras educativas



Contação da história "A Galinha Xadrez", adaptação do livro de Rogério S. Trezza

Atividade com origami

quarta-feira, 7 de julho de 2010

Em festa julina, Cultura destaca dança de quadrilha


A Secretaria da Cultura, através da Escola Municipal de Cultura e Artes (Emcea) realiza nesta sexta, 09 de julho, uma Festa Julina e o 1º Encontro Regional de Quadrilhas de Limeira. O evento começará à partir das 16h nas instalações da Escola, situada na Rua Capitão Bernardes e Silva, 144, Centro de Limeira. Apóiam o evento o Studio Yhamashita e Graal Topázio.

Em ambiente decorado com espaço coberto, a segunda edição do evento ganha mais estrutura, ampliando os serviços e a animação. Estão confirmadas apresentações dos alunos Emcea, além da participação de quadrilhas de Limeira e de cidades da região, como Rio das Pedras, São Pedro e Cosmópolis.

Durante a festa serão eleitas rainhas nas modalidades infantil, juvenil e terceira idade. A banda “Henrique Marques” abrilhantará a festa.

Na primeira edição as escolas contaram com a parceria da Biblioteca Comunitária “Oficina do Saber”. Devido ao resultado positivo, as parcerias aumentaram, e agora integram a festa as Bibliotecas Comunitárias “Comunidade Viva”, “Viajando na Leitura” e “Dom Oscar Homero”.

Quem vier ao arraial julino das Escolas de Artes poderá se deliciar com as barracas de “cumê” (Pipoca de sal, Pipoca de açúcar, Amendoim, Pastel, Cuscuz, Doces, Maçã do Amor, Milho Cozido, Espetinhos, Cachorro Quente), De “tumá” (Refrigerante, Água, Chocolate Quente, Vinho Quente e Quentão) e de “brincá” (Pescaria e Correio Elegante).

As entradas custarão apenas R$1,00. Toda a renda arrecadada será revertida para a APMA (Associação de Pais, Mestres e Alunos) da Emcea, que utilizará os lucros em benefício dos alunos carentes. Mais informações podem ser obtidas nos telefones (19) 3441.5493 e (19) 3442-8470.

Serviço:
Festa Julina e 1º Encontro Regional de Quadrilhas de Limeira

Data: 09 de julho (sexta-feira)
Horário: 16h
Local: Escola Municipal de Cultura e Artes (Emcea)
Endereço: Rua Capitão Bernardes e Silva, 144, Centro - Limeira/SP
Entrada: R$ 1,00

Movimento hip-hop planeja evento em Limeira

Galdino Clemente, diretor do Decadie, e representantes dos grupos de hip-hop


Nesta terça-feira, 06 de julho, reuniram-se no Palacete Levy representantes dos grupos de hip-hop de Limeira, e Galdino Clemente, diretor do Decadie (Departamento da Cultura Afro-descendente e da Integração Étnica). As reuniões estão acontecendo semanalmente desde o início de junho com objetivo de retomar a valorização do movimento em Limeira, que já foi considerada a capital nacional do hip-hop na década de 90.

A Secretaria da Cultura, através do Decadie, planeja realizar em breve uma Mostra Municipal de hip-hop. Os encontros visam também estruturar a criação da “Casa do Hip-Hop”. Para isso, estão sendo contatados dj's, mc's, rappers e grafiteiros do movimento hip-hop de Limeira e região.

Galdino conta que a idéia surgiu porque a cultura hip-hop encontra-se banalizada na cidade. “Estamos bastante motivados com a perspectiva de realizar uma mostra de hip-hop, pois percebemos que os grupos têm um senso de responsabilidade muito grande e querem fortalecer o hip-hop novamente. A iniciativa vem principalmente da preocupação em valorizar esta cultura, que é diversificada e permite a prática de várias artes, além de propiciar o convívio em sociedade, pois é uma arte coletiva.”, explica ele.

Para o evento, estão programadas apresentações de cantores de rap, pintura em grafite, desfiles de moda hip-hop, valorização das poesias e debates a respeito do movimento hip-hop e de sua influência sobre a juventude. Outras reuniões ocorrerão para concretizar os projetos.

Grupos falam da importância da Mostra Municipal de Teatro

Aconteceu nesta quarta, 07 de Julho, a coletiva de lançamento da 6ª Mostra Municipal de Teatro. Reuniram-se no Teatro Vitória o secretário da Cultura Adalberto Mansur; vereador Farid Zaine, idealizador do projeto; e representantes de grupos de teatro de Limeira. A mostra, que tem como objetivo divulgar novos talentos, além de valorizar as artes cênicas e incentivar as manifestações culturais, acontecerá de 1º a 8 de agosto. As inscrições estão abertas e vão até o dia 15 de Julho.

Entre os presentes, estavam quatro dos 12 integrantes do Núcleo Cia. de Teatro, vencedor da Mostra de Teatro em 2009 com o espetáculo “Púrpura”. Os jovens, que têm entre 18 e 19 anos, são dirigidos pelo ator Jonathas Noguel e estão reunidos há 6 anos. Alguns deles são alunos de teatro da Escola Municipal de Cultura e Artes (Emcea), que funciona através da Secretaria da Cultura.

A atriz Jéssica Souza não esconde a expectativa para a próxima mostra. “Pretendemos participar este ano também, melhorando a qualidade da nossa encenação”, conta. O Núcleo apresentou uma das cenas de “Púrpura” aos presentes.

Representantes da Cia. de Teatro Procênio, que concorreram em 2009 com a peça “Calabar”, também participaram. Lucas Rodrigues, integrante do grupo e aluno da Emcea, afirma que a Mostra tem melhorado a cada edição. “O nível e a qualidade do evento melhoraram. Os grupos selecionados são cada vez melhores, e este ano a tendência é que melhore mais”, afirma Lucas.

Tatiana Alves, integrante do grupo de Teatro Cia. Pêlo de Gato Preto também observou a evolução do evento. “Tenho acompanhado a Mostra desde a primeira edição e é evidente que a qualidade dos grupos tem crescido a cada ano”, afirma a atriz. O grupo Cia. Pêlo de Gato Preto, existente há 8 anos, participou das três primeiras edições da Mostra e também do Festival Nacional de Teatro, com as peças “Auto de Data”, “Wolfi” e “Os Saltimbancos”.

Mais informações podem ser obtidas através do telefone (19)3451.6679. O regulamento na íntegra será postado no blog.

Mostra municipal inova com teatro de rua e infantil

Núcleo Cia. de Teatro
Vereador Farid Zaine e atriz Valéria Espinhara conversam com os grupos de teatro
A Prefeitura de Limeira e Secretaria Municipal da Cultura promoverão de 31 de julho a 8 de agosto de 2010, a Mostra de Teatro de Limeira 2010. A novidade na sexta edição é a abertura para espetáculos de rua e infantis. A mostra dará direito a uma vaga no Festival Nacional de Teatro, que ocorrerá em setembro, também em Limeira.

A Mostra de Teatro tem por objetivo promover o intercâmbio entre os grupos da cidade e o público, além de destacar e divulgar novos talentos, valorizar as artes cênicas e incentivar as manifestações culturais. Grupo da cidade é aquele que possui 50% dos atores residentes em Limeira.

A sexta edição da mostra municipal foi apresentada nesta quarta-feira, 7 de julho, pelo secretário da Cultura, Adalberto Mansur, e pelo vereador Farid Zaine, idealizador do projeto. Estavam no Teatro Vitória representantes de grupos locais, incluindo o Núcleo Cia. de Teatro, que venceu a mostra e o festival no ano passado com “Púrpura”.

Para Mansur, as inovações garantem maior possibilidade de integração entre artistas e público. “Após o final de cada peça, o grupo participa de um debate com os jurados. Esse debate melhora a qualidade dos espetáculos produzidos por limeirenses, beneficiando também o público”, disse o secretário.

Mansur destacou ainda o fato de os espetáculos de abertura, no dia 31 de julho, e encerramento, em 8 de agosto, serem baseados em textos clássicos da literatura, como dos escritores Guimarães Rosa e Aluisio de Azevedo.

Já Farid lembrou que o crescimento das artes cênicas em Limeira desde a criação da mostra e do festival. “Os grupos se motivam diante de desafios como esses. Hoje há espetáculos produzidos em Limeira que são apresentados em espaços nobres de São Paulo”, afirmou.

As inscrições vão até 15 de julho por meio da ficha da Mostra, enviada ou entregue no Teatro Vitória. Os grupos poderão inscrever um espetáculo por categoria (Teatro Adulto, de Rua e Infantil).

A Comissão Organizadora da Mostra nomeará uma comissão para selecionar, dentre os inscritos, aqueles que participarão da Mostra. Ficam a cargo da Comissão de Seleção os critérios de escolha dos espetáculos. A divulgação das peças selecionadas e a confirmação serão feitas até 20 de julho de 2010.

A Comissão de Seleção indicará até sete espetáculos, independentes da categoria. O espetáculo vencedor da Mostra, independente da categoria, será o representante de Limeira no Festival Nacional de Teatro de Limeira.

Um júri definirá as premiações de R$ 1 mil e participação no VI Festival Nacional de Teatro de Limeira para o primeiro colocado; R$ 700 para o segundo lugar e R$ 500,00 para o terceiro colocado. A avaliação envolverá as três categorias em conjunto (adulto, rua e infantil).

Os grupos concorrentes poderão ser premiados nos quesitos técnicos, como melhor direção, ator, atriz e outros. Confira o calendário da mostra.

Programação da VI Mostra Municipal de Teatro de Limeira
Inscrições – Até 15 de julho
Divulgação dos participantes – 20 de julho.
Espetáculo de abertura – dia 31 de julho,
às 20h, no Teatro Vitória, “O Cortiço”, baseado na obra literária de Aluísio de Azevedo, com interpretação do grupo “D’Rock Companhia de Teatro”, de São Paulo. Classificação indicativa 14 anos. Entrada Franca.
De 1º a 7 de agosto –
apresentação dos espetáculos classificados. Locais: Teatro Vitória e praças da cidade. Ingresso a R$ 2,00 por dia. Classificação indicativa: ver em cada espetáculo.
Dia 8 de agosto – 20h, Teatro Vitória. Encerramento com cerimônia de premiação e apresentação do espetáculo “A hora e vez de Augusto Matraga”, livre adaptação do conto homônimo de Guimarães Rosa, pelo grupo Núcleo de Vivência Teatral, com direção de Daniel Martins. Classificação indicativa: 9 anos. Entrada franca.

segunda-feira, 5 de julho de 2010

Cultura reúne grupos de teatro; Mostra Municipal vem aí



Representantes de dez grupos de teatro de Limeira estiveram reunidos na manhã de quarta-feira, dia 30 de junho. O encontro ocorreu no Teatro Vitória e foi organizado pela Secretaria Municipal da Cultura.

Adalberto Mansur, secretário da Cultura, destacou que o objetivo principal da reunião foi ouvir os grupos. “As ações da secretaria serão guiadas pelos objetivos dos produtores e artistas de Limeira”, afirmou Mansur, que, na reunião, foi representado por Fábio Ribeiro da Silva, diretor de Cultura. “Estamos ouvindo vários segmentos, para que tenhamos uma avaliação do que está sendo feito e do que pode ser melhorado”, declarou Mansur.

Estiveram presentes representantes da Cia Teatral Procênio, Cirurgiões da Alegria, Levitar, Núcleo Cia de Teatro, Ponta de Areia, Grupo Fábrica, Grupo Borandá, Escola Municipal de Cultura e Arte (EMCEA), ACARTE e Companhia Pêlo de Gato Preto.

Questões como datas na agenda do teatro e incentivos aos grupos foram colocadas pelos artistas e produtores. Uma campanha de popularização também será avaliada.

Por sua vez, Fábio Ribeiro falou da nova administração do teatro, apontando questões ligadas ao funcionamento, regulamentos e projetos. O cadastramento cultural na cidade, que será adotado em breve, também foi comentado.

Para Fábio, "o poder público não deve agir sozinho. É muito importante ter os artistas e produtores culturais sempre próximos da Secretaria da Cultura, e esse contato facilita o engajamento entre os grupos e fortalece cada vez mais esse movimento".

A Mostra Municipal de Teatro também foi comentada. O lançamento ocorrerá na próxima semana. O ganhador da mostra garante vaga para o Festival Nacional de Teatro de Limeira, que acontecerá em setembro.

“Canta Limeira” tem repercussão nacional

A nona edição do “Canta Limeira” terá 298 músicas concorrentes. São compositores vindos de 10 estados brasileiros, além do Distrito Federal. A comissão de seleção das músicas está concluindo o processo de avaliação para definir as 32 classificadas para as semifinais.

Os números mostram a repercussão nacional do trabalho. Além do DF, São Paulo, Rio Grande do Sul, Paraná, Rio de Janeiro, Maranhão, Minas Gerais, Bahia, Ceará, Santa Catarina e Pernambuco participam do festival. A realização é da Secretaria Municipal da Cultura e Centro do Professorado Paulista (CPP), regional de Limeira, com apoio da Câmara Municipal.

O “Canta Limeira” é um festival destinado a abrir espaço aos compositores e intérpretes da música popular brasileira de todos os gêneros. A temática é livre. Podem participar compositores e intérpretes de todo o Brasil.

A comissão de avaliação é coordenada pelo Centro do Professorado Paulista (CPP).

“O Canta Limeira consolidou seu nome entre os compositores brasileiros, e hoje é representado como um dos mais importantes festivais de MPB do Brasil, desde sua criação nos anos 1980”, disse o vereador e idealizador do festival, José Farid Zaine.

Já o secretário da Cultura, Adalberto Mansur, vê uma troca de experiências entre os músicos de Limeira e do restante do país. “Com isso, sinto um crescimento na produção musical da cidade”, afirmou Mansur.

As inscrições se encerraram no dia 18 de junho, tanto pela internet como pelo correio ou pessoalmente. A previsão é que os 32 selecionados sejam divulgados nos próximos dias, sendo 12 obrigatoriamente de Limeira – ou seja, composta por pessoa nascida ou residente na cidade. As semifinais ocorrem nos dias 23 e 24 de julho, sendo a final no dia 25 de julho, todas no Teatro Vitória.

A premiação atinge cerca de R$ 14 mil, nas categorias nacional e de Limeira. Serão premiadas melhor letra, composição e arranjo.

As músicas inscritas são inéditas e originais. Inédita é a composição que não tenha sido gravada em discos comerciais nem editada. Original é a música que não contém plágios. Composições que já participaram de outros festivais, excluindo–se os realizados em Limeira, podem participar.

Nas semifinais, ocorrerá a apresentação ao vivo das selecionadas. Cada semifinal contará com a apresentação de até 16 músicas, sendo até 10 de todo o Brasil e até 6 de Limeira. Oito serão classificadas para a final - 5 de todo o Brasil e até 3 de Limeira.

A final terá a apresentação ao vivo de até 16 músicas finalistas e premiação às vencedoras.

quinta-feira, 1 de julho de 2010

Temporada 2010

Em concerto de gala, Orquestra toca trilhas de filmes


O Teatro Vitória servirá de cinema durante o quinto concerto da Temporada 2010 da Orquestra Sinfônica de Limeira (Osli). Com telão e trilhas sonoras de filmes, o teatro será palco pelo terceiro ano do “Concerto de Cinema”. Sucesso em anos anteriores, o programa desta vez retorna com uma seleção de filmes atuais. A apresentação ocorre nos dias 1º e 2 de julho, às 20h30.
Em 2007 e 2008, os concertos de cinema contaram com temas clássicos das telonas. A novidade em Limeira gerou curiosidade e aprovação do público, que sempre pede a repetição do programa.

Para este ano, a Orquestra traz um variado repertório, que conta com clássicos dos filmes, “X-Men (O Confronto Final), “Crônicas de Nárnia (O leão, a feiticeira e o guarda-roupa), “Madagascar”, “Piratas do Caribe (Trilogia)”, entre outros.
De acordo com o maestro, Rodrigo Müller, a diversidade adotada para a escolha do programa é importante para que o concerto atinja o público de todas as idades. “Queremos mostrar a importância que as trilhas têm nos filmes”, afirma o maestro.
A interatividade, segundo ele, dá-se pela presença do telão que reproduzirá cenas dos filmes escolhidas de acordo com o arranjo das músicas. “Temos que acompanhar o filme sem perder o tempo das cenas. Além de tocar, existe esta outra dificuldade”, aponta.

Depois de muitos ensaios e produção, Müller revela que tem grandes expectativas para as apresentações deste concerto. “Esperamos repetir o sucesso dos anteriores”, completa.
Para realização do concerto, a orquestra conta com a Sociedade Pró-Sinfônica de Limeira, Secretaria Municipal da Cultura, Secretaria Municipal de Turismo e Eventos, com o patrocínio da empresa Faurecia e Unimed-Limeira. O evento conta ainda com o apoio Institucional da Lei de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet), e o apoio cultural de Limel Bagueteria, NET, Plenna,Sim e Gráfica TM.
Os ingressos para o concerto de Cinema podem ser adquiridos na bilheteria do Teatro Vitória ao preço de R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia-entrada), ou por meio da série de assinaturas 2010. A bilheteria do teatro funciona de terça-feira a domingo, das 13 às 18h – exceto em dias de eventos no teatro, quando a bilheteria fica aberta até o início do espetáculo. Mais informações pelo telefone, (19) 3451-0502 ou pelo e-mail: oslimeira@yahoo.com.br.

*Visite também o blog: http://www.oslimeira.blogspot.com/



Créditos: Felipe Furlanetti
Assessoria de Imprensa
Orquestra Sinfônica de Limeira
(19) 9283-2114 / 3451-0502